Se a primeira edição do Fescine já foi um sucesso, neste ano a estimativa é de que o público seja ainda maior, assim como a adesão das produções cinematográficas.

De acordo com o responsável pela gestão técnica do Festival, membro da Comissão Organizadora e idealizador do evento, Isaac Huna, o crescimento no número de inscrições para esta edição foi de 40%, o que fez com que o Fescine tenha recebido mais de 370 interessados.

Além de destacar o número, Huna salienta o padrão de qualidade das produções, que também saltou consideravelmente.

“Isto corresponde a mais de 370 produções inscritas. No entanto, esse avanço não se configura só em números absolutos, mas em padrão de qualidade e diversidade que envolve a produção nacional independente do audiovisual. Neste aspecto, demonstrar uma tenacidade positiva focando em ampliar novos espaços de divulgação, exibição e comercialização é um dos objetivos estratégicos do Festival”, enfatiza.

As produções inscritas e selecionadas são de gêneros variados – exceto publicidades institucionais e videoclipes internacionais – e a pluralidade é um dos pontos fortes do Fescine, garante o idealizador que adianta ainda que, neste ano, haverá exibição internacional.

“O convidado especial virá da Argentina. Oportuno destacar também a positiva repercussão nacional que o perfil diferenciado do festival vem proporcionando em todo o país”, diz.

O presidente do Instituto Fescine, Nelson Pereira, destaca o estímulo às produções audiovisuais e às oficinas, workshops e palestras como meios de tornar o município uma referência no segmento.

“Sua visão é ser um importante pólo brasileiro de produção audiovisual e sua missão é promover o empreendedorismo cultural, por meio da produção visando uma sociedade mais justa, democrática, inclusiva e criativa”, enfatiza.

O Fescine ocorre de 16 a 18 de maio e já tem a lista de selecionados confirmada. Serão 75 produções exibidas durante o Festival. O festival é organizado pela Secretária de Cultura, Esporte e Lazer e a Prefeitura de Jaraguá do Sul.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?