Já são nove anos como jogador profissional, rodando por clubes dentro e fora do Brasil, e carregando muitas experiências. Revelado pelo Figueirense, o jaraguaense Jean Deretti chega a atual temporada feliz e satisfeito após concluir o “melhor ano de sua carreira” em 2018.

Após deixar o Dila Gori, da Geórgia, onde encarou sua primeira experiência internacional, e ter uma rápida passagem pelo Ypiranga-RS, time no qual disputou a Série C do Brasileiro, o meia brilhou no segundo semestre atuando pelo FK Senica, da Eslováquia.

Jaraguaense em ação pelo FK Senica | Foto Arquivo Pessoal

O clube não vive um grande momento, é bem verdade. Com a chegada de um grupo de investidores sul-americanos, a equipe foi montada prestes a iniciar o Campeonato Eslovaco, prejudicando a preparação e consequentemente afetando nos resultados do Senica, que hoje ocupa a vice-lanterna da liga nacional.

Porém, individualmente, a fase de Deretti não se compara em nada com a campanha de sua equipe. Com uma rápida adaptação a cultura e ao futebol do país, o atleta criado no projeto “Futsal Menor”, do Colégio Evangélico Jaraguá, fez 16 jogos em quatro meses, marcando nove gols e dando quatro assistências.

“Há muito tempo não tinha uma boa sequência de jogos e nunca tive números tão expressivos na carreira. Então foi um período muito bom e espero dar continuidade na sequência da temporada”, disse o jaraguaense, que tem contrato com o clube até 2020.

Foto Arquivo Pessoal

Apesar da campanha ruim do Senica até então, Deretti acredita em uma rápida recuperação. Com a paralisação do campeonato em janeiro, em virtude do frio intenso nesta época do ano no país, o elenco conseguiu realizar uma intertemporada em tempo ideal e passou as últimas duas semanas de preparação na Turquia.

A retomada do torneio acontece no dia 16 de fevereiro e, até lá, o meia brasileiro projeta um time focado e preparado em manter o clube na primeira divisão, além de chegar ao título da Copa da Eslováquia, que se encontra nas quartas de final.

“O início foi bem complicado, mas o time vem ganhando corpo e acredito que terminaremos o campeonato nacional no meio da tabela, além das chances de ser campeão da Copa, o que nos daria uma vaga para Liga Europa”, destacou.

Longe das lesões 

O momento especial na carreira de Jean Deretti se deve principalmente por um aspecto: o fim das lesões. O jogador de 25 anos passou longe do problema que foi recorrente em sua trajetória nos gramados e conseguiu ter uma regularidade de jogos no FK Senica, jogando 90 minutos praticamente em todas as partidas.

Para se manter distante do departamento médico, ele aproveitou as férias em Jaraguá do Sul para realizar avaliações diárias com o fisioterapeuta do Jaraguá Futsal, Wilson Gomes Junior.

“Realmente foi a melhor temporada do Jean fisicamente. Ele chegou com poucos desequilíbrios e minha preocupação foi fazer algumas coisas que a gente consiga monitorar mesmo a distância. Então foram feitas mais avaliações e orientações nesse período de férias”, declarou Junior.

Foto Arquivo Pessoal

De volta aos treinos, Deretti também falou sobre a importância da redução dos problemas clínicos. “Essa sequência de jogos me dá mais confiança. Sem as lesões que sempre me atrapalharam consigo produzir mais para equipe e ainda me deixa mais motivado. Então vem sendo uma experiência muito boa para mim e espero ser ainda mais feliz em 2019”, finalizou.

VEJA TAMBÉM: Artilheiro de escolinha jaraguaense acerta com time gaúcho

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?