Restou ao Jaraguá Futsal o Campeonato Catarinense da Divisão Especial. Eliminado da Liga Nacional após ser goleado pelo Minas por 6 a 2, na noite de segunda-feira (22), o aurinegro busca deixar a queda na maior competição do salonismo brasileiro de lado para voltar agora todas as atenções ao Estadual, torneio que não conquista o título desde 2015.

SAIBA MAIS: Jaraguá Futsal é goleado pelo Minas e sofre nova eliminação precoce na Liga Nacional

O grupo sentiu a eliminação precoce nas oitavas de final da LNF e o sentimento de frustração pairou sobre os jogadores, principalmente por chegar ao confronto como favorito pela campanha regular apresentada durante toda primeira fase.

“Nos entregamos e fizemos tudo que podíamos, mas tem dias que as coisas não acontecem, como foi contra o Minas. É uma pena (a eliminação) e ficamos muito tristes pela derrota, porque nossa equipe é guerreira”, avaliou o capitão Oitomeia.

O discurso agora é deixar a Liga Nacional no passado, mesmo depois de uma eliminação traumática. Afinal, não há muito tempo para lamentar, já que neste sábado (27), a equipe jaraguaense volta à quadra pelo Catarinense para enfrentar o maior rival Joinville, fora de casa, em clássico que fecha a primeira fase do certame.

Atual 3° colocado, o Jaraguá pode chegar à vice-liderança em caso de vitória. Um triunfo, aliás, que viria em boa hora para recuperar a autoestima do grupo, que segue acreditando em levantar um caneco na atual temporada.

“A dor da eliminação vai demorar muito para ir embora, mas temos que dar sequência no Catarinense, onde vamos buscar o título. A tristeza existe, mas temos jogadores maduros para reverter isso. Vamos colocar a cabeça no lugar para voltar a jogar bem e ser campeão estadual”, destacou o ala Walex.

O elenco comandado pelo técnico Fernando Ferretti retorna aos treinos nesta quinta-feira (25) e fará mais duas atividades, antes do clássico contra o JEC.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?