Para o técnico Sergio Lacerda, elenco está confiante em conquistar um bom resultado contra gaúchos - Foto: Eduardo Montecino/OCP Online
Para o técnico Sergio Lacerda, elenco está confiante em conquistar um bom resultado contra gaúchos - Foto: Eduardo Montecino/OCP Online
Se a diretoria segue na busca incessante por um patrocinador master para aliviar a crise financeira, o elenco do Jaraguá Futsal deixa os problemas extraquadra de lado e vem treinando intensamente, visando o confronto decisivo contra o Carlos Barbosa, na próxima segunda-feira, dia 4 de abril. Vencer a equipe gaúcha e ter uma boa apresentação, neste que é o primeiro compromisso diante do torcedor na Arena, em 2016, são os principais objetivos dos comandados do técnico Sergio Lacerda.
Um triunfo, aliás, que viria em boa hora para dar maior confiança aos jogadores que tiveram pouco tempo de quadra até o momento na temporada, além, é claro, de garantir um lugar no Sul-Americano, direito dado somente ao vencedor do duelo, válido pela Copa dos Campeões. “É claro que a parte emocional é importante pelas coisas que acontecem fora da quadra, mas o grupo continua trabalhando e ansioso para esta partida. Desde o nosso confronto contra o Carlos Barbosa, na Taça Brasil, nossa equipe evoluiu taticamente e fisicamente. Então com a somatória de todos estes fatores chegamos fortalecidos e sonhando em ganhar o jogo para representar Jaraguá no Sul-Americano”, destacou Lacerda.
A ansiedade de entrar em quadra e levar o aurinegro novamente a uma competição internacional também é visível no semblante dos jogadores. Antes do treino da tarde de ontem, na Arena, os atletas se reuniram para uma conversa, que, segundo o goleiro Franklin, teve tons de companheirismo e promessas de muita dedicação nos treinamentos. “Nosso empenho está aquém daquele que tivemos na Taça Brasil. Então decidimos que os problemas externos vão ficar externos, e o intuito e foco maior é o jogo de segunda-feira. Tenho certeza que todos vão dar o seu melhor, mesmo com as dificuldades”, disse o arqueiro.