257 jogos, 399 gols marcados, bicampeão do mundo (2008 e 2012), 11 títulos do Grand Prix e 5 da Copa América. A história de duas décadas do craque Falcão com a seleção brasileira fala por si só.

E, por óbvio, o jogador receberá todas as merecidas homenagens no amistoso do próximo domingo (28), entre Brasil e Paraguai, na Arena Jaraguá, o último do ala com a camisa amarelinha.

Segundo a Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS), o camisa 12 receberá uma placa por todos seus serviços prestados durante 20 anos à equipe brasileira e a modalidade no país, e uma camisa comemorativa do Paraguai ao atleta.

Além disso, a expectativa é de que até 6 mil torcedores estejam na Arena para despedida do jogador, que promete fechar o ciclo pela seleção com chave de ouro, anotando o gol de número 400 no local que viveu sua melhor história profissional. Caso consiga o feito, a CBFS entregará uma camisa em homenagem a marca alcançada.

A partida está marcada para às 11h15 e os ingressos seguem à venda nas dez entidades beneficentes, que dividirão os valores arrecadados.

São elas: Ajapra (Associação Jaraguaense de Proteção Animal), APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), AMA (Associação de Amigos dos Autistas), Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul, Rede Feminina de Combate ao Câncer, AJAE (Associação Jaraguaense de Equoterapia), Ação Social (Creche), Novo Amanhã, Casa de Apoio Padre Aloísio e CVV (Centro de Valorização da Vida). A entrada custa R$ 20.

O técnico da seleção brasileira, Marquinhos Xavier, já divulgou a lista de convocados com atletas que defendem apenas equipes nacionais, dando continuidade ao trabalho de planejamento para a Copa do Mundo de 2020. Entre eles, o ala Walex representará o Jaraguá Futsal.

VEJA TAMBÉM:

VÍDEO: Falcão convoca torcida para o amistoso do Brasil em Jaraguá do Sul

Falcão oficializa aposentadoria da seleção no amistoso de Jaraguá do Sul

Atleta do Jaraguá Futsal é convocado pela primeira vez para seleção brasileira

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?