O Grêmio Esportivo Juventus já tem seu treinador definido para a disputa da Série B do Campeonato Catarinense. E o nome da vez para tentar colocar o Tricolor de volta à elite do futebol de Santa Catarina é um velho conhecido da torcida. Trata-se de Eduardo Clara, comandante da equipe de 2016 que terminou o Estadual na quinta colocação. Ele será apresentado neste sábado (17), no Estádio João Marcatto, onde será realizada a abertura oficial do clube na temporada, com um festival de futebol e churrasco, a partir das 9h.

Com contrato válido até o fim do Catarinense, o técnico de 47 anos irá auxiliar no processo de avaliação dos jovens atletas das categorias de base e inicia os trabalhos na próxima semana, visando a apresentação do elenco profissional que está prevista para maio. Após deixar o Moleque Travesso em dezembro de 206, Clara retornou ao São Raimundo (AM) para sua segunda passagem no clube de Manaus, onde iniciou como treinador e depois passou a ser gerente de futebol  no ano passado.

Natural de São Paulo (SP), Eduardo Clara começou sua trajetória profissional em 2004, quando comandou a equipe do União, de Timbó, permanecendo até 2005. Depois, teve passagem pelo Grêmio Osasco, levando o clube paulista da terceira para segunda divisão. Mas foi em 2006, que ele se destacou e passou a ser conhecido em Santa Catarina, ao subir o time do Camboriú para a principal divisão do Estado.

Posteriormente, voltou a São Paulo para comandar o Atibaia e São Carlos, mas novamente mostrou sua estrela ao retornar para o Camboriú em 2011, e conquistar outro acesso com o clube catarinense. Porém, devido a um começo ruim na Série A, Clara foi demitido no mês de março de 2012. No ano seguinte, comandou dois clubes: São Raimundo (AM) e Atlético Tubarão (SC). Já em 2014 e 2015, voltou ao futebol manauense para treinar os times do Penarol e novamente o São Raimundo, antes de acertar com o Juve em 2016.