Um jogo que vale o ano. É desta forma que o Esporte Clube Flamengo encara o confronto deste sábado (10), contra o Metropolitano, de Nova Veneza.

Após empatarem em 1 a 1 na primeira partida da final do Campeonato Catarinense Amador, em Jaraguá do Sul, as equipes voltam a se enfrentar para grande decisão do torneio, marcada para às 16h, no estádio Darci Marini, em Nova Veneza.

Buscando trazer um inédito título do Estadual para Jaraguá, o rubro-negro jogará desfalcado do zagueiro e capitão Nino, expulso no duelo de ida. Por outro lado, o técnico Chico contará com a volta do também zagueiro Maninho e do lateral-direito Nininho, que cumpriram suspensão.

“Sabemos que eles (Metropolitano) tem uma grande torcida, que empurra seu time que é muito qualificado. Mas como eles fizeram um bom jogo em Jaraguá, nós podemos fazer o mesmo lá. Estamos confiantes em sair com esse título para Jaraguá que seria histórico”, disse Maninho.

Se o Flamengo sonha em entrar para galeria de campeões do torneio, o Metrô almeja seu tricampeonato após conquistarem as taças de 2015 e 2017.

Na atual edição, o time de Nova Veneza chega à grande final com uma campanha de duas vitórias e um empate, além de sete gols feitos e um sofrido. Enquanto isso, os jaraguaenses acumularam uma vitória, um empate e uma derrota, com três gols pró e três contra.

Leia também: Flamengo sai atrás, mas arranca empate com Metropolitano na primeira final do Estadual Amador

O vencedor do confronto deste sábado, no tempo normal, levará o título e garantirá uma vaga no Sul-Brasileiro de 209. Caso haja um novo empate – não há critério de gols fora de casa -, a disputa vai para as penalidades.

“Será um jogo muito difícil, mas temos um bom elenco. A final está totalmente aberta e temos totais condições de sermos campeões”, finalizou o atacante Naldo.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?