A primeira batalha pela taça do Campeonato Estadual de Futebol Amador terminou sem vencedor. Em jogo muito equilibrado na tarde desta sexta-feira (2), o Flamengo saiu atrás do placar, mas arrancou empate no segundo tempo e ficou no 1 a 1 com o Metropolitano, de Nova Veneza.

O jogo de ida da final aconteceu no estádio Luís Carlos Ersching, em Jaraguá do Sul.

O campeão será conhecido no próximo dia 10 de novembro, em Nova Veneza. O vencedor do confronto levará o título e garantirá uma vaga no Brasileiro. Caso haja um novo empate na final - não há critério de gols fora de casa -, a disputa vai para as penalidades.

Lance do jogo de ida da final | Foto: Lucas Pavin/Agência Avante!

O rubro-negro jogará desfalcado do zagueiro Nino, expulso na primeira partida, mas contará com a volta do também zagueiro Maninho e do lateral-direito Nininho, que cumpriram suspensão.

“Nos doamos muito e eles (Metropolitano) tem uma equipe muito boa. Mas temos méritos e jogamos bem. Agora vamos focar no próximo jogo. Temos totais chances de chegar ao título”, disse o atacante Naldo.

“Saímos perdendo, mas lutamos muito pelo empate e conseguimos. Não foi um resultado ruim. A final está aberta e vamos brigar para ser campeão”, declarou o meia Robson, autor do gol flamenguista.

O jogo

O confronto desta sexta se mostrou muito parelho do início ao fim. O primeiro tempo foi mais movimentado, com boas chances criadas por ambos os lados.

O time jaraguaense teve sua melhor oportunidade, aos 19 minutos, quando Bob subiu mais alto que todo mundo após cobrança de escanteio e cabeceou na trave esquerda.

Se os donos da casa ficaram no quase, os visitantes foram mais eficientes e conseguiram abrir o placar, aos 39. Em boa trama do ataque, Lalau recebeu pelo lado esquerdo e cruzou na medida para Beto Cachoeira, que sozinho, mandou para o fundo das redes.

Foto: Lucas Pavin/Agência Avante!

Já o segundo tempo se apresentou de forma mais truncada, com as defesas anulando os ataques. Porém, o Flamengo chegou ao empate, aos 23, após o juiz ver um toque na mão do zagueiro do Metrô e assinalar o pênalti. Na cobrança, Robson deslocou o goleiro e deixou tudo igual.

Aos 42 minutos, o zagueiro Nino levou o segundo cartão amarelo e acabou sendo expulso. Mas o rubro-negro se segurou atrás e manteve o placar em 1 a 1 até o apito final.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?