Em meio quarentena no Rio de Janeiro e ansioso pela volta do futebol, Filipe Luís concedeu uma entrevista à revista espanhola Panenka nesta semana.

Foram vários assuntos abordados pelo jaraguaense, mas talvez aquele que mais chamou atenção foi sobre Lionel Messi.

Rival do argentino por nove anos quando jogava no Atlético de Madrid-ESP, o lateral do Flamengo sempre exaltou a qualidade e demonstrou ser um fã do craque do Barcelona, mas foi um dos poucos que nunca pediu sua camisa ao final do jogo. Agora, ele explicou o motivo.

“Eu sempre bati nele para detê-lo, e ele nunca me censurou por nada. Eu o admiro muito pelo futebol. Nunca lhe pedi a camisa porque entrei em campo para vencer, não para dizer que joguei contra ele”, revelou.

Foto Getty Images

Filipe Luís e Messi se enfrentaram 26 vezes no Campeonato Espanhol, sem contar os duelos entre Brasil e Argentina.

Apesar da rivalidade, o jaraguaense deixou bem claro quem é o melhor jogador do mundo.

“Todo mundo sabe o que penso dele, a única coisa a fazer é aproveitar, porque não sei quantos anos ou quantas décadas serão até que outro jogador como esse apareça. Ele deveria sempre ganhar a Bola de Ouro”, destacou.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger