No primeiro combate de uma jaraguaense na história do UFC, a debuta Taila Santos parou na experiência de Mara Romero Borella, 32 anos.

Em uma luta dura e com direito a três rounds na noite deste sábado (2), no UFC Fight Night 144, em Fortaleza, a representante de Jaraguá do Sul foi guerreira, mas estreou com derrota no peso-mosca (57kg) do Ultimate, por decisão dividida dos juízes. O placar que decidiu em favor da italiana foi 29-28, 29-28 e 28-29.

Atleta da Astra Fight Team, a jaraguaense de 25 anos também acabou perdendo sua invencibilidade no MMA profissional. Até então, haviam sido 15 vitórias em 15 lutas disputadas. Do outro lado, Borella, da American Top Team, chegou ao 12º triunfo em seu cartel, que ainda consta cinco derrotas.

Apesar do revés, Taila Santos tem mais dois combates garantidos com a maior organização de artes marciais do mundo e ressaltou em outros momentos que chega para o UFC mirando o cinturão.

Este é apenas o primeiro capítulo da história da jaraguaense de muitos que ainda poderão surgir no evento.

RELEMBRE: 

- De contrato assinado, jaraguaense mira cinturão no UFC: “Estou preparada”

- Jaraguaense garante vitória em Las Vegas e fecha contrato com o UFC

A luta

Evitando a parte de trocação, principal característica de Taila, a italiana buscou o clinch desde as primeiras ações.

Porém, a jaraguaense surpreendeu ao aplicar uma gravata e quase conseguir o estrangulamento. Passados dois minutos, Borella se livrou da imobilização e caiu por cima da brasileira, dando alguns golpes e controlando o round até o fim.

As estratégias não mudaram no segundo round, mas desta vez, a italiana não deu espaços, manteve a brasileira na grade e amarrou a luta durante quase todos os cinco minutos.

Já no terceiro e último round, a jaraguaense fugiu dos clinchs e ao ficar com uma boa distância da adversária, conectou bons socos. Mas com a derrota nos primeiros rounds, de acordo com a avaliação de dois juízes, Taila saiu do octógono com a derrota.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?