Em agosto do ano passado, os jaraguaenses ficaram animados com a notícia de que a Copa Brasil de Vôlei voltaria para cidade em 2021.

Mas o momento ainda complicado do país em relação a pandemia do novo coronavírus forçou a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) a promover mudanças na programação.

E uma delas justamente na sede da segunda maior competição nacional. Sem a possibilidade de receber público, Jaraguá do Sul desistiu de ter a Arena novamente como palco principal da fase final do evento, que acontecerá no mês de fevereiro.

A CBV prontamente acatou o pedido e vai realizar os jogos decisivos do torneio em uma “bolha”, no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema-RJ, para preservar a saúde e dar maior segurança aos elencos.

Os duelos da categoria feminina estão marcados para os dias 5 e 6, e do masculino para 11 e 12.

Foto: Lucas Pavin/Avante! Esportes

Mas não fique triste torcedor. Ainda não é oficial, mas dirigentes esportivos tem a intenção de recolocar Jaraguá do Sul na rota da Copa Brasil em 2022 e um ofício manifestando esse desejo pode ser enviado em breve à CBV.

Caso isso seja concretizado, a chance é grande do campeonato retornar para o município, muito por conta do sucesso da edição 2020, realizada na Arena.

Cerca de 35 mil pessoas passaram pelo local para acompanhar de perto as oito melhores equipes – quatro do naipe masculino e quatro do feminino – e os maiores ídolos do esporte nacional.

No masculino, participaram as equipes do Sesc-RJ, Taubaté Funvic (SP), Sesi-SP e o campeão Sada Cruzeiro (MG).

Já a fase final feminina contou com Sesi Vôlei Bauru (SP), Itambé/Minas (MG) e Dentil/Praia Clube (MG), além do grande vencedor, Sesc-RJ.

A repercussão foi tão positiva que Jaraguá do Sul chegou a ser cogitada para receber anualmente a fase final do evento, o que acabou travando pela pandemia.