De um lado, a tradição de um time copeiro e acostumado a chegar às retas decisivas, além de carregar o sonho de garantir seu terceiro título na competição. Do outro, a grande sensação da atual edição que busca fazer história e soltar o grito de campeão pela primeira vez. Com esses ingredientes, a promessa é de fortes emoções na grande final do 35º Campeonato Varzeano de Jaraguá do Sul. Os protagonistas serão as equipes do Brandenburg e Meninos de Ouro, que se enfrentam na tarde deste sábado (2), às 16h,no Estádio João Marcatto, onde ao final, apenas um terá a honra de levantar o ‘Troféu Raul Valdir Rodrigues’. Comparando as campanhas desde o início do certame, o Meninos de Ouro que almeja a taça inédita, se destaca por chegar a decisão de forma invicta. Maior surpresa da temporada 2017 e com um elenco formado por ex-alunos da escolinha jaraguaense que era comandada por Carlos Alberto, a equipe aurinegra contabiliza três vitórias e três empates, somando as fases classificatória e eliminatória. O bicampeão Brandenburg, por sua vez, também disputou seis jogos e apesar de sofrer uma derrota na rodada de abertura, embalou uma sequência positiva de cinco triunfos. Além disso, o ataque da equipe amarela é mais eficiente com nove gols feitos, contra sete do Meninos. Já na defesa, ambos estão igualados com três tentos sofridos.
Meninos de Ouro, do capitão Maicon (camisa preta e amarela) se classificou sobre o Guarany I Foto: Lucas Pavin/Agência Avante!
Os números fazem com que os finalistas se respeitem antes mesmo da bola rolar, mas sem deixar de ressaltar a confiança para terminar o Varzeano comemorando o título. “Montamos um time para brincar no campeonato e ter aquela resenha depois dos jogos, mas acabamos chegando na final. Enfrentaremos uma equipe (Brandenburg) com uma grande escola e muito tradicional. Vamos jogar de igual para igual, lógico sempre os respeitando, mas com o objetivo de buscar o título já que chegamos até aqui”, disse Maicon, meia capitão do Meninos de Ouro. “O Meninos de Ouro tem uma grande equipe. Eles deixam o adversário jogar e temos que neutralizar os pontos fortes que percebemos na semifinal. A nossa equipe começou mal o campeonato, mas foi crescendo a cada rodada e queremos confirmar essa evolução com a conquista do tricampeonato, que é muito importante”, afirmou Sandro, técnico do Brandenburg. Na preliminar, às 14h, Guarany e Tecnopan/ABF Mecânica/Verdi & Oelke decidem o terceiro lugar. A entrada é franca para os dois jogos. De momento, o Campeonato Varzeano apresenta uma média de 2,8 gols por jogo, com um total de 127 tentos marcados em 45 partidas.