Disposição e dedicação são duas coisas que não faltam para Ireni Lacerda de Azevedo. Geralmente às quartas ou quintas-feiras, por volta das 7h40, ela chega à entidade que trabalha como voluntária há seis anos, com intenção de fazer a diferença na vida dos jaraguaenses.

Leia mais: Voluntários de Jaraguá do Sul: Izaura encontrou uma forma de mostrar o seu amor

A cena se repete semana após semana. Algumas horas de um dia dedicadas especialmente ao voluntariado, prática que, para ela, faz bem para a saúde do coração e da mente.

Natural de Santa Isabel do Ivaí, no Paraná, há 20 anos ela escolheu Jaraguá do Sul para viver e, através do trabalho voluntário, ajudar as pessoas que precisam.

Ela atua na SOL Solidariedade, entidade jaraguaense que tem como principal atividade o serviço de proteção social básica no domicílio, para pessoas com deficiência e idosas. As famílias cadastradas recebem itens, como fraldas infantis e geriátrica, suplemento alimentar e caixas de leite.

Ireni ajuda em diversas funções, desde a limpeza do espaço até a separação das doações para as famílias. | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Para aproveitar o tempo ao máximo na ONG, ela procura trabalhar em diversas frentes, desde a parte da limpeza do local, até a separação e entrega de doações para as famílias.

“Amo esse trabalho, pois ele me ajuda a focar nas coisas importantes, além de garantir minha saúde mental e emocional. Ver os sorrisos de agradecimento e alívio nos rostos das famílias que recebem nosso apoio não tem preço”, diz emocionada.

Oportunidade de fazer o bem

E foi o amor pelo próximo e os percalços da vida que a fizeram procurar o trabalho voluntário, em 2012. Segundo ela, cada pedra no caminho foi apenas um incentivo para tentar ser uma pessoa melhor e mais prestativa.

“Em um momento triste da minha vida, comecei a procurar entidades para ajudar e o pessoal da SOL chegou até mim, eles tinham acabado de abrir as portas na cidade. Estou com eles desde o começo!”, relembra.

Desde 2012 foram beneficiadas uma média de 500 pessoas. Hoje, com 40 famílias cadastradas, uma média de 150 pessoas atendidas. Além das doações, a entidade também arca com o pagamento de terapias, como equoterapia, fonoaudiologia, fisioterapia, hidroterapia, psicoterapia e terapia ocupacional.

Foi o amor pelo próximo e alguns percalços da vida que a fizeram procurar o trabalho voluntário. | Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Vejo que as pessoas de Jaraguá do Sul são unidas e isso torna ainda mais importante o trabalho voluntário aqui na cidade. Acho que é isso que a torna uma cidade tão especial. Eu aprendi amar muito a cidade e pretendo passar os resto dos meus dias aqui”, completa.

Atualmente, a SOL é a única ONG do município que desenvolve este serviço, com finalidade de apoiar e desenvolver ações para a  defesa, elevação e manutenção da qualidade de vida do ser humano.

Quer ajudar?

A SOL Solidariedade fica na rua Júlio Tavares da Cunha Mello, 107, no Centro de Jaraguá do Sul. Os telefones para contato e doações são: 3270-3500 ou 9 9902-0221 (WhatsApp).

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?