Luz, luz, e mais luz! Assim Jaraguá do Sul tem ficado - cada vez mais iluminada - desde que a Prefeitura, por meio da Secretaria de Planejamento e Urbanismo, traçou a meta de substituir todas as luminárias tradicionais (amarelas) por luminárias de LED (brancas).

As ações iniciaram em 2018, quando ocorreu a primeira etapa em que foram adquiridas por meio de licitação 5.550 unidades, as quais contemplaram ruas centrais, além de sete praças, pontes, o portal de Jaraguá do Sul, a Arena Jaraguá e a Scar.

O secretário de Planejamento e Urbanismo, Eduardo Bertoldi, ressalta que a primeira etapa de instalação de luminárias de LED também contemplou ruas estruturais, onde se concentra grande fluxo de veículos e pedestres e nas ligações entre bairros.

Luminárias de LED na Via Verde. Foto: PMJS/Divulgação

As luminárias de LED dão outra cara para a cidade, elas iluminam muito mais do que as tradicionais, e isso gera mais segurança para os pedestres, por exemplo. Alguns locais como as ciclovias centrais se tornaram muito mais utilizáveis desde que as luminárias foram substituídas, pois os ciclistas se sentem mais seguros.

Os parques e parquinhos também se tornaram um ponto de encontro para as famílias. Com a melhor iluminação, as crianças podem brincar e praticar esportes até mais tarde.

“Isso tudo se reflete na qualidade de vida dos jaraguaenses, é isso que queremos oferecer e por isso investimos nessa tecnologia. Além disso, a iluminação de LED gera economia, embeleza a cidade e deixa as ruas com maior visibilidade, o que auxilia diretamente na segurança pública”, destaca Bertoldi.

Segunda etapa em andamento

Atualmente, o município possui um parque de 25 mil pontos, em que destes 5.500 já foram substituídos por luminárias de LED - são 250 ruas, 16 praças e outros ambientes públicos. A segunda etapa está em andamento com a substituição das luminárias em mais de 300 ruas.

Foto: PMJS/Divulgação

Com a continuidade da troca de luminárias, além de a população poder usufruir dos benefícios já citados, a tendência é que o município economize nas contas de luz, já que as luminárias de LED tem maior tempo de vida útil e geram menos demanda de manutenção, e consequentemente, reduz o custo envolvido no processo.

“Quando essa etapa for finalizada, teremos 10.550 pontos com as luminárias de LED. Essa expansão da substituição das luminárias mostra que o município vem investindo fortemente em iluminação pública, abrangendo em resultados positivos em diversos setores”, enaltece o secretário.

Foto: PMJS/Divulgação

Sistema de telegestão para iluminação pública

Cerca de 300 luminárias - instaladas em ruas centrais - contam com o sistema de telegestão, que tem como objetivo contribuir para economia de energia e facilitar a manutenção.

Isso é possível porque o sistema permite que sejam feitas programações o que resulta no controle de luminosidade de zero a 100% e torna assim, uma iluminação personalizada de acordo com a demanda. Essa ferramenta também gera mais durabilidade das luminárias, e consequentemente, mais economia também.

“Podemos reduzir a intensidade da luz para 40 ou 50%, por exemplo, sem perder a qualidade do serviço, escolhendo dias da semana e horários específicos para isso”, completa Bertoldi.

O monitoramento acontece em tempo real, de modo remoto, por meio de computador, em que o sistema emite um alerta quando alguma luminária apresenta falhas. De acordo com o secretário, capitais como São Paulo e Belo Horizonte já utilizam o sistema de telegestão.