Não há o que questionar. Quando o assunto é esporte, Jaraguá do Sul é uma cidade onde surgem muitos talentos nas mais diversas modalidades. Boa parte se destaca no âmbito estadual e nacional. Outros, porém, levam o nome do município do Norte de Santa Catarina para o mundo.

Seja natural ou radicado em terras jaraguaenses, elencamos quatro atletas que estão em atividade e ultrapassaram fronteiras para atingir o mais alto nível internacional em suas carreiras.

Filipe Luís – Futebol

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Após toda sua infância vivida em Jaraguá do Sul, onde teve iniciação no futsal, Filipe Luís se tornou o principal jogador na história do futebol da cidade.

Revelado no Figueirense, o lateral-esquerdo foi para Europa e fez seu nome no esporte bretão ao atuar por Ajax-HOL, Real Madrid Castilla-ESP, Deportivo La Coruña-ESP, Chelsea-ING, Atlético de Madrid-ESP, e agora no Flamengo, seu clube do coração.

Desde 2019 no rubro-negro, ele já conquistou sete títulos: Libertadores, duas vezes o Brasileirão, uma Recopa Sul-Americana, duas vezes o Campeonato Carioca e a Supercopa do Brasil.

Além disso, foi figura frequente na seleção brasileira por nove anos, participando da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, e sendo campeão da Copa América, no ano seguinte.

Taila Santos – MMA

Foto Divulgação/UFC

Protagonista de uma história de muita dedicação, Taila Santos precisou enfrentar inúmeros obstáculos para se tornar uma grande atleta no MMA.

O esforço acabou recompensado e após dez anos atrelados ao esporte pode-se dizer que a jaraguaense de 28 anos é a maior lutadora da cidade em todos os tempos.

O motivo para tal alcunha é bem simples. Em setembro de 2018, ela passou pelo Contender Series Brasil, em Las Vegas, nos Estados Unidos, e assinou contrato com o UFC, maior organização de MMA no mundo.

Ela perdeu na estreia para italiana Mara Borella, em 2019, mas a redenção veio no ano passado, quando engatou duas vitórias seguidas sobre a inglesa Molly McCann e a canadense Gillian Robertson, a colocando no Top 15 do peso-mosca.

Simone Ponte Ferraz – Atletismo

Foto: Wagner Carmo/CBAt

Radicada em Jaraguá do Sul há 15 anos, Simone Ponte Ferraz transformou a cidade no seu verdadeiro lar.

Do início no atletismo, a atleta de 31 anos apresentou uma evolução vertiginosa e hoje ostenta o status de ser a primeira representante jaraguaense em uma Olimpíada.

Com diversos recordes estaduais e muitas conquistas em eventos nacionais e continentais, a corredora é um dos maiores nomes do atletismo catarinense de todos os tempos e vai disputar a prova de 3.000m com obstáculos nos Jogos de Tóquio.

E não vai parar por aí. Após o evento no Japão, ela já confirmou que vai iniciar um novo ciclo olímpico para fazer parte novamente do ‘Time Brasil’ nos Jogos de 2024, que serão em Paris, na França.

Léo – Futsal

Foto Divulgação

Ser campeão da Liga dos Campeões da Europa, seja no futebol ou no futsal, já é um grande feito. Agora imagine conquistar o título por três vezes.

Pois essa foi a façanha do jaraguaense Leonardo Mendonça da Rosa, ou simplesmente Léo. Após atuar pelo Jaraguá na ‘era Malwee’, passou por Tubarão e Foz, até deixar o Brasil em 2009, quando acertou com o Kairat.

Foram oito anos vinculados ao clube do Cazaquistão, empilhando títulos e conquistas pessoais, como ser eleito o quarto melhor jogador do mundo, além de ter tirado a cidadania Cazaque em 2014, para representar a seleção do país.

Depois de uma passagem de destaque no Sporting de Portugal, o ala de 34 anos hoje veste a camisa do Norilsk Nickel, da Rússia.