Dentro da série de fotos históricas do Arquivo Histórico de Jaraguá do Sul, um dos destaques são os cem anos da vinda das irmãs da Divina Providência para o município.

Tanto na área da saúde quanto na área educacional as irmãs foram fundamentais para os jaraguaenses.

A historiadora Silvia Kita, do Arquivo Histórico de Jaraguá do Sul, ressalta que “seus ensinamentos serão perpetuados pelas gerações de alunos do Colégio Divina Providência (hoje Colégio Bom Jesus) que vivenciaram uma educação exemplar”.

Alunas do Colégio Divina Providência no desfile cívico em 7 de setembro de 1953, na Avenida Getúlio Vargas | Foto: Acervo do Arquivo Histórico de Jaraguá do Sul

Em 26 de abril de 1919 os padres Pedro Franken e Henrique Meller receberam as irmãs da Divina Providência Agatha, Marieta e Caetana, que passaram a reger a escola paroquial criada por eles.

Surge então o Colégio São Luís, que atendia meninos e meninas, sendo que no primeiro dia já foram matriculadas 95 crianças, chegando a 130 no final do ano. Os cursos ofertados eram o Primário Elementar e o Complementar. Em junho o internato foi aberto.

Colégio São Luís na década de 1920, regido pelas Irmãs da Divina Providência | Foto: Acervo do Arquivo Histórico de Jaraguá do Sul

No Colégio eram lecionadas as seguintes disciplinas: Português, Francês, Alemão, Aritmética, Geometria, Álgebra, História Universal, História Pátria, Geografia, Física, Química, Botânica, Zoologia, Canto e Música, Desenho, Trabalho Manual, Ginástica, Ensino Intuitivo, Doutrina e Ensino Cívico.

Em 1939 a escola foi dividida, passando a funcionar no ano seguinte em dois estabelecimentos: Colégio Divina Providência para as meninas e Colégio Marista São Luís para os meninos.

Veja mais:

 

Fonte: Prefeitura de Jaraguá do Sul

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger