No começo de 2018, o OCP contou a história de uma família que saiu de Jaraguá do Sul para ganhar o mundo. João Paulo Alves, 28, e Daiane Fátima Lodi, 26, decidiram desbravar a América acompanhados do filho Antônio, de dois anos e nove meses.

O objetivo do casal era valorizar a importância da natureza e garantir que o pequeno Antônio crescesse com uma visão de mundo ampliada. João Paulo, Daiane e Antônio embarcaram em um Land Rover Discovery 1 de 1999 rumo às primeiras paradas da viagem: os países da América do Sul.

A viagem que deveria durar cerca de três anos acabou acontecendo apenas dentro do país e teve seu encerramento antecipado após um ano na estrada.

O motivo do fim da aventura não poderia ser melhor: a família decidiu erguer acampamento definitivo em um sítio localizado na cidade de Bom Retiro, na serra catarinense.

Foto Arquivo Pessoas

O casal, que sempre quis viver em um lugar que ficasse perto da natureza e que permitisse o plantio de seus próprios alimentos, encontrou no sítio a casa que tanto procurava para realizar os seus sonhos.

O clima fresco e as belezas naturais também foram fatores que, segundo João, levaram a família a estacionar o Land Rover que funcionava como uma “casa móvel”. Durante o tempo em que viveram apenas no carro, eles aprenderam a viver com menos coisas.

Foto Arquivo Pessoal

"Nosso estilo de vida já era minimalista, mas a estrada nos ensinou que realmente precisamos de muito pouco para sobreviver", conta João Paulo. "Percebemos que às vezes temos mais do que precisamos", completa.

Antônio desbrava os lugares do sítio | Foto Arquivo Pessoal

Durante a viagem, nem tudo foram flores. A vida na estrada mostrou que há sim desafios para serem superados. Conciliar a criação de Antônio, que ainda era um bebê quando saíram, com a produção de conteúdo para a internet e as filmagens aéreas que faziam para arcar com os custos da aventura, foi um dos maiores desafios.

As filmagens e fotografias realizadas pelo casal com o uso de um drone serviam para a realização de permutas que pagavam o combustível, alimentos e outras necessidades.

Compartilhando experiências

Uma das propostas da viagem também era manter uma atualização constante no canal da família no YouTube. Quando saíram de Jaraguá do Sul, João Paulo e Daiane não viam o canal como um trabalho, mas a jornada deles mostrou que a criação de conteúdo para a internet poderia ser sim um ganha-pão.

“Queríamos realmente compartilhar essa experiência, porque acreditamos que podemos inspirar outras pessoas a verem sua vida de maneira diferente”, conta o ex-nômade.

Quando a família saiu para a volta ao mundo, o canal contava com seis mil inscritos e hoje são mais de 55 mil pessoas acompanhando a rotina deles. João acredita que esse crescimento se deu pelo fato das pessoas se interessarem pelo modo de vida “fora do padrão” que eles levam.

João e Antônio durantes os afazeres na montanha | Foto Arquivo Pessoal

Tudo no canal X Primitive é o próprio casal quem faz, as fotos, os vídeos, as edições, tudo depende deles para dar certo e ter o engajamento que estão tendo atualmente.

O público vê, se inspira, compartilha e assim ajuda a transformar outras pessoas. "Este é o propósito do canal, fazer com que outras pessoas sejam motivadas a buscar o que faz elas serem felizes", afirma João Paulo.

Planos para o futuro

O sítio comprado pelo casal ainda está em reformas, mas quando tudo estiver em ordem, o local deve ser aberto para acampamentos. Atualmente eles já fazem eventos mensais com vagas limitadas.

Corro que a família adaptou para viajar | Foto Arquivo Pessoal

O casal aproveita para deixar uma reflexão para quem tem vontade de mudar de rumo. “As coisas que você faz todos os dias agregam algo ou você as faz apenas no automático?”, questiona.

Acompanhe a jornada da família pelo YouTube e pelo Instagram.

 

Quer receber as notícias do Por Acaso no WhatsApp? Clique aqui!