O cantor Fábio Corrêa Ayrosa Galvão, mais conhecido como Fábio Júnior, ganhou um recurso de um processo contra uma marca de medicamentos que prometia combater a impotência sexual que utilizava a imagem dele de forma indevida na divulgação.

A informação é do UOL e do colunista Leo Dias, do site Metrópoles.

“O processo foi encerrado e o cantor Fábio Jr. ganhou o recurso e a ação. Como estava em segredo de Justiça, não estamos autorizados a fornecer mais detalhes”, confirmaram os advogados de Fábio Jr. pela assessoria do cantor.

Fábio Jr. já tinha vencido o processo em dezembro do ano passado. Ele recebeu R$ 50 mil, porém ficou insatisfeito com a quantia e entrou com um recurso.

De acordo com Leo Dias, o cantor solicitou R$ 300 mil. O motivo é que o uso de sua imagem nas propagandas do remédio Power Blue, que trata a disfunção erétil, trouxe diversos danos a ele.

Leo Dias ainda afirmou que Fábio Jr. alegou que as pessoas sabem de "sua fama de namoradeiro", além de ser conhecido também como "um homem viril, galanteador, símbolo sexual de toda uma geração".

A Justiça, porém, considerou que R$ 300 mil fosse um valor exacerbado e achou razoável uma indenização de R$ 100 mil, além da retratação pública da empresa com uma publicação no site de vendas em que a imagem de Fábio Jr. foi utilizada, desmentindo a informação exposta sobre o cantor.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp