Que Santa Catarina é terra de gente talentosa, a gente já sabe. Um exemplo disso é o ator Wesley Schmitt, 23 anos.

Natural de Jaraguá do Sul, Wesley mora atualmente em São Paulo para se dedicar à carreira e o esforço tem dado certo.

Depois de ter estrelado a novela "As Aventuras de Poliana", em agosto do ano passado, pelo SBT, agora Wesley se destaca em uma produção totalmente nova, tanto para o ator quanto para o público.

A série "Todxs Nós", dirigida por Vera Egito e Daniel Ribeiro, conta uma história repleta de diversidade, representando as mais diferentes e belas maneiras de ser humano.

Rafa (Clara Gallo), uma jovem pansexual de 18 anos, que se identifica como não-binária, deixa a casa de seus pais no interior e se muda para a cidade de São Paulo.

Já em exibição pela HBO América Latina, que você pode acompanhar por streaming, o episódio com a participação de Wesley deve ser um dos mais importantes para o desenrolar da história.

"O Gus, meu personagem, é um cara que tenta ficar com uma das meninas numa festa, e a menina não fica com ele. Aí vem a Rafa que é a personagem principal e acaba tentando ficar com a menina que o Gus tentou, e ela fica, o que deixa o cara nervoso", revela o ator.

Foto Reprodução/HBO

Demonstrando um comportamento homofóbico e ofendido com a situação, Gus sai da festa com dois amigos e espera por Rafa do lado de fora.

"Ele acaba reencontrando a Rafa e os amigos e aí rola uma cena que talvez seja uma das cenas de pico dessa primeira temporada, que é onde ele agride a personagem principal", diz.

Wesley conta que a cena foi gravada de madrugada, bem no Centro de São Paulo. As gravações começaram à meia-noite e somente terminaram às 5h da manhã.

Wesley durante a gravação da cena de briga com a personagem principal interpretada por Clara Gallo | Foto Arquivo Pessoal

"Foi muito legal, porque era uma cena intensa, foi uma cena coreografada, cenas de briga geralmente eles fazem coreografado porque a câmera precisar saber onde vai estar, então a gente teve um ensaio como se fosse fazer uma coreografia de dança".

O ator reforça, no entanto, que a cena foi interessante como parte do seu trabalho, mas condena atitudes homofóbicas.

"Eu gostaria de acrescentar também o quanto é importante as pessoas entenderem que esse tipo de agressão infelizmente realmente acontece. A homofobia já acabou com a história de muita gente. Devemos ser livres nas nossas identidades, inclusive de gênero. Não faz sentido as pessoas se sentirem ameaçadas e feridas pelo gênero ou sexo do próximo", declara.

Foto Reprodução/HBO

O ator conta que ainda não sabe se sua participação será dividida em dois episódios ou será passará toda em um capítulo, mas por aqui já estamos todos curiosos para conferir.

A participação deve sair nos episódios 7 ou 8, adianta Wesley.

Dá tempo para colocar os demais capítulos em dia e prestigiar o trabalho do jaraguaense, que em apenas três anos de carreira já conta com diversos trabalhos de destaque nacional.

Você pode acompanhar os trabalhos de Wesley pelo seu perfil no Instagram.

Confira o trailer da série

 

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul