Pomerode é o símbolo da preservação da cultura trazida pelos imigrantes. Isso fica muito claro na programação da 37ª Festa Pomerana, que vai de 15 a 26 de janeiro, no Pavilhão Municipal de Eventos, onde música e dança protagonizarão encontros para trocas de experiências e valorização das tradições. E sabe o que é melhor? O público poderá acompanhar tudo de perto.

O diretor de cultura da Secretaria de Turismo e Cultura de Pomerode, André Siewert, afirma que, além da gastronomia, o evento trará novos elementos que prometem encantar os visitantes. “O grande diferencial da Festa Pomerana é a autenticidade das pessoas que se envolvem nela. Todos são apaixonados pela tradição e, quando o assunto é dança ou música, isso fica muito evidente. Por isso, decidimos valorizar ainda mais esses aspectos na programação de 2020”, comenta.

 

 

Nesta edição, o Pavilhão Cultural será ainda mais valorizado, com a realização de cinco encontros culturais. As reuniões de Grupos Folclóricos, Bandoneonistas e Tocadores de Violino do Diabo, que já aconteciam, e mais duas novidades: Grupos Folclóricos da Terceira Idade e Bandas e Orquestras. O Culto em Platt, tradição do evento, também ocorrerá no espaço.

Foto Daniel Zimmermann

Confira como será a agenda do Pavilhão Cultural:

  • Encontro de Grupos Folclóricos: já tradicional na Festa Pomerana, esse evento reúne encantados por coreografias de várias culturas. Para 2020, já estão confirmados, além dos catarinenses, participantes do Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Paraná e até um argentino. Será no dia 18 de janeiro, das 13h às 17h;
  • E se é para falar em tradição, é impossível não lembrar do “violino do Diabo”. O Encontro de Tocadores de Teufelsgeige, marcado para o dia 19, promove uma curiosa imersão neste instrumento cheio de peculiaridades que encanta moradores e turistas;
  • Também no dia 19 de janeiro, mas pela manhã, o espaço recebe o tradicional Culto em Platt, dialeto da língua alemã trazido pelos imigrantes;
  • No dia 21, a dança invade o Pavilhão Cultural. E os grandes protagonistas serão da melhor idade. O Encontro de Grupos Folclóricos da Terceira Idade acontecerá das 10h às 18h;
  • Outra novidade da 37ª edição é o Encontro de Bandas e Orquestras. No dia 22 de janeiro, musicistas de toda a região terão um dia para trocas de experiências e apresentações em conjunto;
  • Um dos instrumentos mais tradicionais tocados pelos imigrantes será celebrado no Encontro de Tocadores de Bandoneon, que ocorre em 25 de janeiro. Musicistas de todas as idades participarão da ocasião e promoverão um espetáculo único.

Todos os detalhes da 37ª Festa Pomerana estão disponíveis aqui.

Quer receber as notícias no WhatsApp?