A Medida Provisória n° 927 de 2020 apresentou novos detalhes de como deve funcionar a compensação financeira para os trabalhadores que enfrentarão uma redução a jornada de trabalho ou salário por conta da crise causada pela pandemia de coronavírus.

O principal objetivo da medida seria reduzir os impactos sociais relacionados ao estado de calamidade pública e de emergência de saúde.

Para isso, o governo federal lançou o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda.

 

 

Agora, as empresas podem acordar com os colaboradores uma redução na jornada de trabalho e até mesmo a suspensão temporária de contratos.

O governo vai complementar o salário com parte do seguro-desemprego a que o trabalhador teria direito.

Calcule a sua redução salarial

Se você recebeu o aviso de que terá o salário reduzido e que contará com a contrapartida do governo, provavelmente está se perguntando sobre como ficará a sua renda nos próximos meses.

Pensando em facilitar a vida dos trabalhadores, a Valor Investe criou a calculadora da redução salarial.

Nela, basta inserir a média do seu salário bruto nos últimos três meses e a porcentagem de redução acordada com a empresa.

A ferramenta então calcula de quanto será o valor pago pelo empregador e qual será a contrapartida do governo. Confira!

 

CLIQUE AQUI PARA USAR A CALCULADORA DE REDUÇÃO SALARIAL

Foto Reprodução/Valor Investe

 

Vale lembrar que apesar de usar dados oficiais, como as faixas de pagamento do seguro-desemprego, a calculadora não é exata.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul