Desde 2017. eBus percorreu mais 100 km na capital catarinense | Foto: UFSC
Desde 2017. eBus percorreu mais 100 km na capital catarinense | Foto: UFSC

A multinacional WEG, de Jaraguá do Sul, foi a responsável por criar o primeiro ônibus elétrico movido a energia solar do Brasil.

Em uma parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o veículo começou a circular em 2017 na capital catarinense, com o objetivo de transportar alunos, professores e funcionários da instituição.

Desde então, já foram mais de 100 mil quilômetros rodados e 30 mil passageiros transportados.

O eBus, como ficou conhecido, faz o percurso diário de 50 km entre o campus e o Centro de Pesquisa e Capacitação em Energia Solar Fotovoltaica, no Sapiens Parque, reduzindo em um terço o tempo gasto para o deslocamento.

 

 

Em junho deste ano, a parceria com o governo federal termina, mas a UFSC pretende continuar com o programa.

Para buscar novos recursos e patrocinadores, será lançada uma campanha de financiamento coletivo no próximo dia 11 de março, quando inicia o ano letivo da universidade.

 

 

O principal propósito do eBus é o levantamento de dados e a análise de viabilidade da tecnologia para que, em um futuro próximo, esses veículos possam ser empregados no transporte público de todo o Brasil.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?