As obras de alargamento da Praia Central de Balneário Camboriú, no Litoral Norte, tem valorizado as propriedades e aumentado os preços dos imóveis à beira-mar, segundo o Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Santa Catarina (Creci/SC).

"A valorização imobiliária em Balneário Camboriú é uma das maiores do Brasil. Agora sim, mais do que nunca", afirmou o delegado do Creci/SC na região de Itapema, Antônio Mielezarski da Silva, em reportagem do Portal G1.

O órgão não possui uma expectativa de quanto os preços devem subir. Mas em ao menos três lançamentos, os apartamentos estão sendo oferecidos por preços que chegam a R$ 42 mil o metro quadrado. O valor representa quase 10% de aumento.

O alargamento da faixa entrou na fase de transporte da areia até a orla no último dia 22 de agosto, com a chegada da gigantesca draga Galileo Galilei. A expectativa é que as obras sejam finalizadas até o fim de outubro, começo de novembro, antes da temporada de verão.

Vinda do Oriente Médio, com último operador de Luxemburgo, a draga de 167 metros de comprimento está carregando sua cisterna com areia proveniente de jazida situada a 15 quilômetros da costa com areia similar à da Praia Central de Balneário Camboriú.

Na ampliação da faixa de areia foram investidos R$ 66,8 milhões. A obra devolverá à Praia Central de Balneário Camboriú, no Litoral de Santa Catarina, os contornos que tinha nos anos 1960.

Antes da chegada da draga, foi feita a montagem da tubulação. Conforme a Prefeitura, ela consiste de 360 tubos de 6 toneladas cada um. Eles foram espalhados pela praia e soldados até terem uma extensão de 2,2 quilômetros.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp