Mesmo com a forte penetração do app no país, o serviço de pagamentos do Whatsapp, com quatro meses de operação no Brasil, tem pouca adesão: apenas 7% dos usuários - pouco mais de 1 a cada 14 - registraram um cartão de débito para ativar o serviço, conforme a pesquisa “Mensageria no Brasil”, realizada pelo Mobile Time/Opinion Box.

As informações são do site Tecmundo. O estudo foi divulgado nessa quarta-feira (1º).

Mesmo entre a população jovem, a adesão é pequena: apenas 9% dos usuários entre os 16 e 29 anos aderiram.

70% dos usuários sabem que o serviço existe, mas não aderiram, enquanto 23% seguem sem saber que o serviço já está em operação.

No momento, as transações só são possíveis via cartão de débito emitido por bancos parceiros. O uso do cartão de crédito ainda precisa ser autorizado pelo Banco Central.

Metade dos entrevistados alegaram não ter interesse no serviço, enquanto um terço não confia na segurança e privacidade dos dados a serem inseridos. 6% disseram não ter um cartão de débito e 5% tem cartão e interesse em usar - mas seu cartão não é de um dos bancos parceiros.

Realizada entre os dias 14 e 22 de julho, a pesquisa ouviu 2.038 brasileiros que possuem smartphone, com margem de erro de 2,2 pontos percentuais e 95% de grau de confiança.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp