Suspeita de morte por gripe A é investigada em Guaramirim

Campanha de vacinação começa em 25 de abril em SC - Foto: Eduardo Montecino/OCP Online

Por: OCP News Jaraguá do Sul

14/04/2016 - 04:04 - Atualizada em: 15/04/2016 - 10:25

A secretaria de Saúde de Guaramirim investiga a segunda morte com suspeita de Influenza no município. Um homem de 56 anos que apresentava sintomas da doença faleceu na última terça-feira após quatro dias internado no Hospital São José. O resultado do exame que confirmará a contração do vírus deve sair até o final da semana.

De acordo com a secretária de Saúde, Cheila Rohweder, a equipe de enfermagem está investigando o quadro de saúde, mas informações preliminares apontam que o homem pertencia ao grupo de risco. “Ele apresentava os sintomas de Influenza. Estamos coletando informações e pelo que foi descrito ele tinha alguma comorbidade. São quadros que agravam a situação do paciente”, comentou a secretária.

Guaramirim registrou a primeira morte por gripe no mês passado. Um homem de 49 anos foi diagnosticado com o vírus H1N1. Em Jaraguá do Sul, uma menina de dez anos morreu com gripe B. Os dois pacientes pertenciam ao grupo de risco, o homem tinha diabetes e a menina tinha trissomia, uma condição genética que causa diferentes síndromes, como a Síndrome de Down.
Até ontem, segundo informações da ADR (Agência de Desenvolvimento Regional) de Jaraguá do Sul, havia 17 casos de Influenza registrados na região. Há confirmação de três casos, outros três tiveram resultado negativo e 11 aguardam confirmação. Jaraguá do Sul e Guaramirim estão na frente com seis casos registrados em cada cidade.

Com o primeiro caso de gripe A em Florianópolis, subiu para oito o número de mortes por Influenza registradas em Santa Catarina. Foram seis por H1N1, uma por gripe B e outra ainda não identificada.

Estado começa a vacinar dia 25
Santa Catarina deve receber 754 mil doses de vacinas contra Influenza para dar início a campanha no próximo dia 25. A imunização estava programada para começar no dia 30, mas com a antecipação dos casos, o Governo do Estado antecipou a distribuição. As doses protegem contra o vírus influenza A, subtipo H1N1 e H3N2, e B.

Serão vacinadas nos postos de saúde pessoas com 60 anos ou mais, crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, trabalhadores de saúde, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Em clínicas privadas de Jaraguá do Sul, em torno de 1,2 mil pessoas foram imunizadas e há fila de espera, já que não há previsão de vinda de novas doses. Pela campanha do Sesi (Serviço Social da Industria) em torno de 24 mil pessoas se cadastraram através de 141 indústrias para garantir a vacina.