Jaraguá do Sul é a 5º cidade mais vertical de Santa Catarina

Foto: Divulgação/Prefeitura de Jaraguá do Sul

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

27/02/2024 - 10:02 - Atualizada em: 27/02/2024 - 10:37

Jaraguá do Sul é a quinta cidade mais verticalizada de Santa Catarina, segundo dados do Censo 2022. Esse fenômeno, cada vez mais comum em todo o país, também tem se destacado no estado nos últimos anos. De acordo com o IBGE, em apenas 19 dos 295 municípios catarinenses a proporção de moradores em apartamentos ultrapassa os 20% da população local.

Em Santa Catarina, 18,5% dos habitantes residem em apartamentos, o que equivale a aproximadamente 1,4 milhão de pessoas. Esse número representa um aumento significativo em relação ao censo anterior, de 2010, quando eram 10,6% da população, totalizando 660 mil pessoas. Apesar do crescimento, a maioria expressiva ainda vive em casas.

Balneário Camboriú lidera a verticalização proporcional em Santa Catarina e é uma das três cidades no país onde a maioria da população reside em apartamentos. O estado conta com quatro cidades entre as dez mais verticalizadas do Brasil. Florianópolis é a cidade com o maior número absoluto de moradores em apartamentos, com mais de 200 mil pessoas, seguida por Joinville, onde 137 mil pessoas vivem em apartamentos.

A concentração da verticalização em cidades de médio e grande porte é resultado da busca por maior adensamento populacional em áreas já bastante ocupadas. Mudanças nas leis locais também têm permitido a construção de prédios mais altos em diversas regiões, além do aumento da valorização dos terrenos, que tem incentivado o aproveitamento mais eficiente das áreas disponíveis.

As 20 cidades de SC mais verticalizadas

1º) Balneário Camboriú 57,22% 79.361

2º) São José 41,05% 110.606

3º) Itapema 38,76% 29.337

4º) Florianópolis 38,64% 205.917

5º) Jaraguá do Sul 28,08% 51.091

6º) Criciúma 27,88% 59.156

7º) Palhoça 27,72% 61.426

8º) Blumenau 27,52% 98.662

9º) Itajaí 26,54% 69.699

10º) Chapecó 25,19% 63.457

11º) Camboriú 23,8% 24.508

12º) Bombinhas 22,83% 5.679

13º) Joaçaba 22,54% 6.763

14º) Joinville 22,46% 137.556

15º) Brusque 22,35% 31.481

16º) Pinhalzinho 22,2% 4.866

17º) Biguaçu 22,16% 16.957

18º) Tubarão 21,37% 23.368

19º) Xanxerê 20,22% 10.388

20º) Rio do Sul 18,2% 13.136