Documentário sobre vida de Padre Aloísio tem estreia marcada

Casa da Família Boeing, construída na década de 30 pelo Sr. João Boing, pai do Pe. Aloísio - Foto: Divulgação

Por: OCP News Jaraguá do Sul

08/04/2016 - 04:04 - Atualizada em: 12/04/2016 - 08:44

A vida e obra de Padre Aloísio Boeing representada da forma mais pura, da maneira como ele vivia sua vida e os exemplos que deixou para toda a comunidade. A trajetória do religioso, que está em processo de beatificação, ganhou vida através de filmagens e entrevistas que compõem o documentário “Padre Aloísio, a santidade cotidiana”, com lançamento marcado para 17 de junho. O mês é o mesmo em que se celebra o Sagrado Coração de Jesus, congregação da qual fez parte.

Fruto de uma parceria entre o Instituto Padre Aloísio Boeing e a produtora jaraguaense Escritório de Cinema, com recurso proveniente de doações – que ainda estão em processo de captação -, o documentário começou a ser planejado há dois anos. Nesse tempo, foram feitas cerca de 20 entrevistas com religiosos e pessoas que conviveram com Boeing, além de uma viagem até Vargem do Cedro, cidade onde o padre nasceu. A princípio, o lançamento seria no dia 17 deste mês, data que marca os dez anos de morte do padre, porém foi decidido transferir a estreia para o sexto mês do ano.

De acordo com o diretor, Gilmar Moretti, alguns motivos levaram a essa mudança. Um deles é o fato de coincidir com a data de morte, já que é um evento muito representativo para todos os fiéis. “O mês de junho sempre foi um mês muito importante também para Padre Aloísio porque ele era sacerdote do Sagrado Coração de Jesus, por isso transferimos para essa data porque tem tudo a ver com estilo de vida dele. Nessa data reforçamos a vida dele, dando continuidade às celebrações de dez anos de sua morte de uma forma diferenciada”, explica. Ele conta que, além das exibições no dia 17 de junho, estão previstas sessões ao longo de todo o fim de semana posterior a data.

pagina 9

Moretti explica que o documentário foi produzido em dois formatos: local, que terá em torno de até 70 minutos, por se tratar de um longa-metragem; e a para televisão, com cerca de 52 minutos e dividido em quatro partes. A ideia é que o filme seja exibido nas emissoras, principalmente nas religiosas. Na data de estreia, também serão disponibilizados os DVDs do documentário. “Foi um trabalho de grande complexidade porque queríamos chegar nessa linguagem para que, quem conviveu com ele, reconheça sua trajetória, e para quem não conviveu fique interessado em conhecer mais sobre a vida e obra dele”, diz.

O documentário não segue uma ordem cronológica, por não ser também o estilo apostado pela produtora. Moretti comenta que foi trabalhado em cima da vivência do padre e da herança que ele deixou. “Padre Aloísio é um santo que mostra a simplicidade de ser santo e que ela (a simplicidade) está a alcance de todos. Estamos muito felizes por fazermos o filme, porque é uma história bonita, um exemplo de vida e sentimos que essa é nossa maneira de contribuir para um mundo melhor”, estima.

Para a Irmã da Fraternidade Mariana do Sagrado Coração de Jesus, Edena Bittencourt, esse é um trabalho muito importante. “O documentário é bem completo e mostra que todos podemos viver aqueles valores que o padre viveu, trazendo a realidade de Padre Aloísio e incentivando as pessoas a seguirem esse caminho”, afirma. Um dos principais marcos da vida do religiosos, segundo a irmã, é a simplicidade de sua vida. “Ele queria sempre expressar que a vida com Deus poderia ser algo muito simples e que todos poderiam se achegar e viver com essa simplicidade. Ele batalhou nesse sentido para deixar essa herança”, completa.

O processo de beatificação do Padre, iniciado em 2013, segue em Roma. Os documentos apresentados pelo Instituto Padre Aloísio agora terão que ser traduzidos para o italiano, para que o processo tenha sequência. A irmã enfatiza que eles seguem buscando informações sobre graças concedidas pelo religioso, para comprovar um milagre feito por Aloísio, e assim dar continuidade ao processo de santificação.