Desde o início da história: schroedense celebrou 101 anos em setembro

Por: Maria Luiza Venturelli

27/09/2022 - 17:09

No último dia 24 de setembro, a schroedense Tereza Tomazelli Zoz completou 101 anos e é a pessoa com mais idade em todo o município. “Ela dá o exemplo de mulher forte e trabalhadora, pois não para nem aos 101 anos”, conta a nora da idosa. A centenária nasceu em Schroeder, mas seus pais, Antonio Tomazelli e Carolina Ronchi Tomazelli, vieram de Luiz Alves.

A idosa está sempre com um sorriso no rosto. Foto: Arquivo Pessoal.

O casal já tinha quatro filhos na época em que foram morar em Schroeder, mas Tereza foi a primeira a nascer no município. Os pais foram morar no bairro que hoje se chama Vila Tomaselli, onde também nasceram outros cinco filhos mais novos, resultando em uma família de 12 irmãos. Sempre trabalharam duro na roça, com muita dificuldade, pois a família era grande.

Depois ela conheceu Bruno Henrique Zoz, com quem se casou e passou a morar no bairro Schroeder I, onde reside até hoje. Ela teve seis filhos com Bruno e hoje tem 17 netos, 28 bisnetos e sete tataranetos. Foi casada por um longo período, mas ficou viúva aos 67 anos. Ao longo da vida, a schroedense teve muita dificuldade para criar os filhos, mas trabalhou a vida inteira para não deixar faltar nada. Há 42 anos, ela mora com Evanildo Zoz, o filho mais novo, e com a nora, Lucilda Mees Zoz.

Tereza com o filho e nora. Foto: Arquivo Pessoal.

“É bastante gratificante estar sempre por perto dela. Aprendi muito com a convivência. A vida dela é trabalhar, dançar, conversar com as pessoas, ela é muito falante. Não tenho nem o que dizer dela, pois é uma pessoa maravilhosa, pra cima, alto astral, muito boa de se conviver”, conta a nora.

A rotina da centenária

Dona Tereza costuma se levantar aproximadamente 7h30 da manhã, tomar um cafezinho preto bem doce e ir direto tratar as galinhas e outros animais. Entre 8h e 8h30 ela retorna para dentro de casa e toma um café da manhã reforçado, com pão, queijo italiano, banana e mais uma xícara de café com açúcar.

Família compartilha detalhes da rotina da idosa. Foto: Arquivo Pessoal.

Apesar da vitalidade de Tereza, Lucilda conta que a família está sempre por perto, para garantir que tudo corra bem mesmo com a idade avançada. De acordo com a família, a centenária é muito ativa e não gosta de ficar parada, faz atividades como capinar, recolher ovos, tudo para estar sempre em movimento.

“Ela é muito vaidosa, gosta de dançar, nunca para. Tem boa saúde, muita vitalidade, toma banho sozinha, cuida e planta na horta, cuida das flores, corre para recolher os ovos da galinha. Ela fica o dia inteiro em movimento, sempre com um sorriso no rosto e participando de tudo o que ela gosta.”

Além disso, ela participa do Clube dos Idosos de Schroeder, onde gosta de dançar e participar de bailes. Ela frequenta o espaço há muitos anos e até participou das ações para construção da sede do clube.

Uma parte da história do município

A idosa tem muito orgulho de ser a pessoa mais velha que nasceu e mora no município de Schroeder. “Ela tem uma alegria imensa quando é solicitada para algo relacionado à idade dela e por ser nascida no município. Ela fica com um sorriso fácil, dá atenção a todos que a entrevistam e tem orgulho de contar as coisas que passou, viveu e presenciou desde a infância”, conta a nora.

Recebendo prêmio na Câmara de Vereadores do município. Foto: Arquivo Pessoal.

E o orgulho não é à toa: dona Tereza já recebeu inúmeras homenagens, sempre procurada para dar entrevistas e recebendo prêmios no Clube de Idosos, na Câmara de Vereadores de Schroeder, por onde passa é solicitada e dá atenção a todos com um sorriso no rosto. A nora conta que a idosa tem um probleminha de audição e às vezes não entende direito o que as pessoas falam, mas isso não é problema, pois a família sempre está por perto para auxiliá-la.

Lucilda também ama contar histórias, relembrar a infância e tudo o que tem presenciado e vivido ao longo dos seus 101 anos. De acordo com Lucilda, a sogra se orgulha em fazer parte da história de Schroeder.

“Ela tem histórias fascinantes, eu gosto muito de conversar com ela, estar sempre por perto para saber coisas do passado. É uma maravilha, ela tem bastante orgulho e se enche de alegria em fazer parte e ser a mais velha do município, que as pessoas a procuram para saber de histórias”, conta a nora.

Notícias no celular

Whatsapp

Maria Luiza Venturelli

Jornalista apaixonada por contar histórias inspiradoras, formada pela Faculdade Ielusc