Jaraguá do Sul dá mais um passo para apoiar a agricultura familiar, que já foi décadas atrás uma das principais atividades econômicas do município.

Recentemente foi aprovado na Câmara jaraguaense um projeto do Executivo que permite aos agricultores familiares explorarem o turismo rural como atividade econômica.

Trata-se de um grande avanço e apoio às famílias do campo, pois além da produção agrícola, elas poderão também receber em suas propriedades turistas para hospedagem e realizar passeios a cavalo, trilhas, cafés coloniais, sem que com isso, sejam caracterizados como prestadores de serviços, mas sim uma propriedade rural com atividade extra, a do turismo rural.

Exemplos bem sucedidos aqui em Santa Catarina ganharam destaque no Brasil, por envolver os produtores rurais e fazer com que eles possam ter um acréscimo na renda no campo e assim garantir sua permanência na terra.

Este é o caso da cidade de Santa Rosa de Lima, no Sul do Estado, que desde 1999 trabalha com o projeto Acolhida na Colônia, que envolveu e preparou os agricultores e suas propriedades para receber os turistas no convívio diário de famílias rurais. Atualmente, o projeto tem a participação de 180 propriedades rurais, que valorizam a vida no campo por meio do agroturismo ecológico.

Jaraguá do Sul e Corupá, são cidades que receberam inclusive a consultoria de Santa Rosa de Lima para também aqui aproveitar as belezas naturais e rurais para receber aquele turista que está cansado do agito da cidade grande e que quer escutar os passarinhos cantarem pela manhã e mostrar aos filhos que o leite vem da vaca e não é feito numa fábrica por uma máquina.

 

Telegram Jaraguá do Sul