“Tendências em coberturas”

Por: Eixo 11

02/08/2022 - 09:08 - Atualizada em: 02/08/2022 - 09:23

Um dos elementos fundamentais para a escolha do estilo arquitetônico de uma edificação é o tipo de cobertura a ser aplicado. Além de representar a fachada principal, a cobertura contribui para a beleza da construção diante das inúmeras possibilidades de suas formas e estilos.
Diante das tendências nacionais e internacionais na Arquitetura, é de extrema importância, realizar um estudo sobre o clima e orientação solar do terreno ao definir o tipo de Cobertura. Pois, além do aspecto estético e funcional, deverá ser observado a necessidade de proteção das residências das ocorrências climáticas.
Se você busca um visual clean e contemporâneo para o seu projeto, o telhado embutido com platibanda pode ser uma ótima inspiração. Além de esconder a estrutura, como calhas e caixa d’água, a sua sombra irá proteger portas e janelas, desde que contemplam beirais de concreto armado. Apesar de serem muito confundidos, a platibanda e beiral são elementos distintos. O beiral é uma solução diversa à platibanda e é caracterizado por ser uma continuação da cobertura. Este avanço é feito com o intuito de proteger a fachada ou ambiente da incidência do sol e da água da chuva.
O telhado plano geralmente contempla telhas termo acústicas, sendo formado por duas camadas de metal e espuma rígida de poliuretano no centro, auxiliando no conforto térmico das residências. Porém o tipo de material mais utilizado é com fibrocimento, devido ao custo benefício de instalação e manutenção.
Já o telhado de cerâmica, ou cimento que ainda é bastante utilizado, ajuda a manter a casa fresca, e exige uma inclinação maior, sempre de acordo com as orientações dos fabricantes. Uma tendência que vem se afirmando é a do telhado em diferentes níveis, que impõem modernidade e sofisticação à fachada da casa. O telhado aparente com duas águas, tem estrutura que facilita a construção, permite o escoamento de água da chuva e melhora a circulação de ar no interior da casa. Inclusive pode ser observado, quando há uma diferença no pé direto interno da casa, refletindo diretamente no tipo de telhado, incluindo diferentes alturas (utilização de duas ou mais “Águas”).
O telhado de vidro, vem ganhando cada vez mais espaço, não somente nas residências, mas também nos estabelecimentos comerciais. É uma excelente alternativa para quem deseja dar mais leveza ao projeto, e indicado para áreas que necessitam de mais luz natural, contribuindo assim para a economia de energia elétrica. Geralmente é mais utilizado em varandas, corredores, áreas de lazer, jardins e garagens.
O telhado verde é uma das tendências para as coberturas, pois traz a preocupação crescente para aliar os projetos à sustentabilidade. Também pode criar uma ótima camada de isolamento e reduzir a temperatura interna do ambiente. A cobertura verde representa uma boa opção para projetos arquitetônicos robustos, que contam com apoio estrutural necessário para suportar o peso do telhado.

Foto: divulgação

Onde encontrar a Eixo 11: rua Pres. Juscelino, 45, Ed. Ana Isabel, sala 02, Centro de Jaraguá do Sul • (47) 3370-0070 • 9 9942-6030 | FacebookInstagram