Schützenfest entra para o calendário oficial de eventos do Estado

Foto: Arquivo/Divulgação/PMJS

Por: Áurea Arendartchuk

08/11/2023 - 06:11 - Atualizada em: 08/11/2023 - 12:20

A maior Festa dos Atiradores do Brasil, a Schützenfest de Jaraguá do Sul, foi incluída oficialmente no Calendário Oficial de Eventos de Santa Catarina. A ação resultou de proposta do deputado Dr. Vicente Caropreso (PSDB), aprovada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador Jorginho Mello (PL).

A Lei Estadual nº 18.722 foi publicada no Diário Oficial do Estado esta semana. A 33ª edição da festa começa nesta quinta-feira (9) e segue até o dia 19 de novembro.

Segundo Dr. Vicente com esta inclusão da festa do Calendário Oficial de Eventos, Santa Catarina reconhece a importância da festa que resgata a tradição do tiro ao alvo, uma cultura trazida pelos colonizadores germânicos e que é mantida viva e preservada pelas Associações e Clubes de Caça e Tiro há várias gerações.

“Incluir no calendário oficial significa ampliar a divulgação, ampliar ainda mais a visibilidade dessa festa que movimenta a cultura e a economia turística da região do Vale do Itapocu”, destaca o parlamentar.

Foto: Divulgação

Esperidião Amin é relator do projeto de transição energética justa

O senador Esperidião Amin (PP) é relator do projeto que altera a lei criada no ano passado, para estabelecer o Programa de Transição Energética Justa, incluindo a região carbonífera do Rio Grande do Sul e do Estado do Paraná. Amin já atuou na relatoria da legislação criada para o contexto de Santa Catarina. A matéria está na Comissão de Assuntos Econômicos e deve ser deliberada nas próximas semanas.

Pela proposta, o Programa passa a promover a transição energética justa para as regiões carboníferas dos Estados de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul e do Paraná, observados os impactos ambientais, econômicos e sociais, bem como a valorização dos recursos energéticos e minerais.

Na prática, a proposição inclui a contratação de energia elétrica gerada pelo Complexo Termelétrico Jorge Lacerda e pela Usina Termelétrica Candiota – Fase C, estabelecendo que programa tem o objetivo preparar as regiões carboníferas para o provável encerramento, até 2040, da atividade de geração termelétrica a carvão mineral nacional, sem abatimento da emissão de gás carbônico com consequente finalização da exploração do minério nas duas regiões, de forma tempestiva, responsável e sustentável.

A proposta também recebeu uma emenda do senador Sergio Moro, do Paraná, incluindo a Usina Termelétrica de Figueira (Utelfa), localizada no município paranaense de Figueira, no Programa de Transição Energética Justa.

 

Parceria pela região

Os deputados estaduais Antídio Lunelli (MDB) e Vicente Caropreso (PSDB) têm trabalhado em conjunto para defender os pleitos da região. Nesta semana, reforçaram à Secretaria de Infraestrutura do Estado a necessidade de que as obras no trecho regional da BR-280 sejam aceleradas. Em dupla, conseguiram liberar recursos para atender diversas demandas das Prefeituras da Amvali, inclusive, na saúde.

A sintonia deles é tanta que, nos bastidores, já se comenta que é grande a possibilidade de Caropreso migrar para o MDB, partido, aliás, que foi onde começou a militância pública, na juventude. Lunelli, que preside a sigla em Jaraguá do Sul, e o prefeito Jair Franzner, que irá à reeleição no próximo ano, já teriam feito o convite.

Foto: Divulgação