Apagão de investimentos da Celesc

Por: Editorial

12/01/2024 - 06:01

O Vale do Itapocu é uma região altamente industrializada, cuja força motora está na energia elétrica. Se não bastasse o pernicioso gargalo da estrutura viária que há anos castiga essa região, agora passamos a experimentar o apagão energético, decorrente de apagão em investimentos por parte da Celesc. É inimaginável o impacto negativo causado pela falta de investimentos em capacidade e infraestrutura energética em uma região industrializada como a nossa. É sabido que o parque de geração próprio da ​Celesc é pequeno se considerar o volume de consumo da região atendida. Isso justifica a necessidade de investimentos em ampliação da capacidade de forma premente. Oportuno salientar que esse alerta vem soando há anos, tal qual as duplicações de nossas rodovias. Somos uma região altamente arrecadadora e exigimos reciprocidade e atitude das autoridades. Nesta quarta-feira (10), mais de 80 mil unidades consumidoras ficaram sem energia nas cidades de Jaraguá do Sul, Guaramirim, Schroeder e Corupá, se repetindo na quinta-feira (11) em menor intensidade. É importante evidenciar que as justificativas de falha e sobrecarga por conta do calor são insustentáveis. Nenhum paraquedista saltaria de um avião sem um paraquedas reserva. Que os apagões não virem rotina.