Enquanto Cariocas e Paulistas continuam a discussão para afirmar se o correto é bolacha ou biscoito, eu prefiro ficar por aqui com as doces lembranças que me remetem a infância na pacata Jaraguá do Sul.

Lembro que nessa época do ano, minha mãe sempre ia até a Panificadora do Viergutz, que ficava atrás da antiga rodoviária, hoje Terminal Rodoviário para comprar as bolachinhas para o final de ano. Acredito que seja um fato que marcou minha vida pois tudo naquele tempo possuía um significado especial.

naquele tempo, existiam datas específicas para termos certos itens na nossa mesa, e isso acontecia não porque meus pais não possuíssem condições financeiras, mas sim, porque certos hábitos possuíam a data certa para acontecer.

Acredito que é por esse motivo que certas coisas ainda têm um lugar todo especial nas minhas lembranças, pois não se tornavam coisas do cotidiano como acontece nos dias atuais. Quer bolacha? Vou lá comprar...

Lembro perfeitamente que minha mãe sempre comprava bolachas de amendoim, de araruta e bolachinha de chá (essa última com um delicioso sabor de erva doce), mas minha preferida era a bolachinha de araruta, que eu costumava comer depois de “tungar” no café.

Até o termo “tungar” traz consigo boas recordações, para quem não sabe o que significa, é o ato literal atribuído ao molhar o biscoito, em toda a sua inocência, diferentemente do sentido que esse termo possui nos dias de hoje.

Ah como era bom quando a mãe chegava em casa trazendo as bolachinhas compradas no Viergutz, parece que havia todo um ritual carregado de magia na hora que iriamos finalmente poder degustar aquelas delícias.

Outras lembranças doces também me remetem a Fábrica de Biscoitos Krimberg que ficava em Guaramirim. Uma bolachinha mais escura, em formato retangular e, o delicioso waffer, que comprávamos à granel.

Sei lá, para quem está lendo pode parecer alguma coisa simples, até mesmo sem significado nenhum, mas para nós, era uma grande coisa. Um momento esperado todo o ano, onde as mais deliciosas lembranças estavam começando a serem guardadas.

Dias desses comprei um pacote de uma bolachinha chamada Sequilhos. Chegando em casa, preparei um copo de capilé (xarope de groselha) e resolvi “tungar” a bolachinha na esperança de que as lembranças voltassem à minha cabeça.

Posso até afirmar que elas voltaram, mas não com o mesmo sabor e intensidade que elas possuíam no tempo da minha infância. Talvez pela facilidade com que adquiri o produto, talvez por não serem do Viergutz ou da Krimberg. ou até quem sabe, por não terem sido compradas pela minha mãe...

Fico imensamente feliz em ter essas coisas para lembrar, desses momentos e dessas coisas simples, porém, tão significativas para quem teve a oportunidade de vivê-las. Essas boas lembranças enchem meu coração de alegria.

Fico pensando: Será que as crianças que vivem nesse mundo tão imediatista, terão essas boas coisas para se lembrar? E quem sabe no futuro, contar com carinho esses fatos tão repletos de sabor que só quem viveu essas coisas e esses momentos podem contar?

Acredito que ainda há tempo para criarmos essas lembranças em nossas crianças. Basta começarmos a atribuir momentos e datas especiais para determinadas coisas.

Pedágio Bombeiros

⠀⠀

Neste sábado (11), no período matutino, acontece nos principais semáforos da cidade mais um pedágio em prol dos bombeiros Voluntários da nossa Jaraguá. Uma oportunidade para você estender a mão a quem tanto nos auxilia, faça chuva ou faça sol.

Não importa a quantia, o importante é você colaborar com esses verdadeiros “Anjos sem asas” que diariamente colocam suas vidas em risco para proteger muitas vezes aqueles que eles nem conhecem.

Com certeza, vale muito a pena colaborar.

No Pirata

Final de semana está aí e como de costume, a galera do Pirata Rock Bar, aquela que é considerada a embarcação do rock em nossa cidade preparando com todo carinho as atrações para seu público fiel e para aqueles que por lá quiserem chegar.

marcando o início desse final de semana, nessa sexta-feira (10), a banda Ciclo 5 invade o palco da casa, trazendo na bagagem muito rock brazuca, através do som de CPM22, Detonautas, Raimundos, Charlie Brown Jr, Legião Urbana e muito mais. Com certeza, uma noite pra lá de especial para o povo cantar, dançar e se divertir.

No sábado (11), a noite é de rock clássico com a banda Herméticca, que traz no playlist um tributo a banda Led Zeppelin. Uma noite para matar a saudade e curtir pra valer os sucessos da banda dos irmãos Plant.

Lembrando que torna-se obrigatório o uso de máscaras ao circular pelo bar, álcool gel para higienizar as mãos e o distanciamento das mesas e pessoal.

Sinners Pub

De propriedade do meu grande amigo e ex-aluno Osmar Graciola Junior (Baco), o Sinners Pub é um lugar que vêm tomando espaço na cidade quando o assunto é diversão, drink’s e rock’n’roll.

Pelos comentários que estão rolando por aí, o novo point começou com tudo, agradando aqueles que estavam acostumados, ou a procura de um lugar aconchegante, moderno e com muito estilo para poder curtir suas noitadas sem sair da cidade.

O espaço conta com parte de sua identidade visual assinada pelo grande Humba Furtado, que mantém uma parceria com a casa através de sua arte incorporada através de seus exuberantes retratos.

Só dando um toque, nessa sexta-feira (10), tem a galera da banda Kill The Sheep fazendo a festa, e no sábado (11), é a vez do povo da banda Santz de Floripa, que traz no repertório Green Day, Foo Fighters, Raimundos, CPM22, Legião, entre outros...

Para quem não sabe, o Sinners Pub fica na Rua Leopoldo Mahnke, 76, aqui no centro, na rua do salão do Cali Cabeleireiros, ao lado da Agência dos Correios.

Casa Treë

E na casinha mais simpática da Domingos da Nova, o clima promete esquentar nesse final de semana. principalmente na noite de sexta-feira (10), quando nada mais nada menos que o Top DJ Puff, estará agitando a noite na casa.

Para os mais experientes (não querendo falar em idade...rsrs), DJ Puff era figurinha carimbada nas noites da Combat, London, Moinho e com certeza, garantiu as noites de diversão de muitos, pelos locais onde passou.

Vale lembrar, que a casa Treë atende também pelo delivery, se você quiser provar as delícias da Casa, basta ligar para o número: (47)99700.7159, solicitar o cardápio e fazer seu pedido.

A casa Treë fica na Rua Domingos da Nova, bem ao lado da Studio FM.

Vamos embora que a litorina não espera.
Até semana que vem!