“O Futuro, com sabor de Passado”
“O Futuro, com sabor de Passado”

Ah esse baú de memórias que não acaba mais...sou da geração que assistia Os Jetsons na televisão e que por muitas vezes ficava encantado com tanta tecnologia e inovações que eram apresentadas nos episódios do desenho animado.

Imaginem só, eu uma criança (não éramos tão desenvolvidos intelectualmente como são as crianças da atualidade), na frente da TV, final dos anos 70, numa cidade do interior, alucinado pensando como seria ter naves no lugar de automóveis, poder ver a pessoa com quem conversávamos ao telefone, ter computador em casa, robôs que faziam os trabalhos domésticos, smartwatches, ler notícias através de uma tela, ao invés fazê-lo pelos jornais ou revistas.

É minha gente, a tão propagada tecnologia divulgada pelos Jetsons, já está invadindo nossas vidas e nossos lares faz um bom tempo, só que infelizmente, não fomos preparados para lidar com ela, coisa que as crianças com a idade que eu tinha quando assistia ao desenho, tiram de letra.

Muitas vezes acreditamos que essa tecnologia pode suprir totalmente nossas necessidades, mas é mentira! Nada substitui o contato físico, uma palavra dita olho no olho (não através de uma tela), um toque, um carinho e um abraço. Até mesmo um simples papel pode trazer belíssimas recordações.

Falo isso porque na semana que passou, uma grande amiga pediu meu número de telefone e através de uma mensagem, enviou-me fotos de uma carta que eu havia escrito para ela no ano de 2001 quando ela estava morando na Alemanha, não era e-mail, era uma carta minha gente, postada no Correio e tudo!

Ela me contou que a filha dela estava fazendo um trabalho na escola sobre cartas, e ela procurando nas memórias dela, encontrou essa cartinha de algumas páginas, coisa que pode ser considerada arcaica para os dias de hoje.

Mas ela ainda estava lá, repleta de lembranças, com minha letra, bilhetinhos e tanto significado, contando histórias que ficarão registradas para sempre naquelas páginas e no pensamento de quem viveu aqueles momentos.

Como é bom poder lembrar dessas coisas, como é bom receber todo esse carinho, apesar de já ter passado 19 anos desse momento. São lembranças insubstituíveis! Ao receber essa lembrança, comecei a mexer nas minhas agendas e encontrei diversos bilhetinhos e recados deixados por alunos que passaram pela minha vida nesses 21 anos em sala de aula, de amigos que partiram para outra vida e que já não estão mais por aqui, quantas coisa boas, quantas histórias!

Por isso que eu digo que a tecnologia é boa, porém, ela talvez não possa proporcionar momentos como esses que eu vivi. É claro que você pode buscar essas lembranças vendo uma foto na tela do seu computador ou celular, mas o simples fato de ter essas lembranças em mãos é muito mais significativo.

Situações como essas são muito valiosas, já pensou receber uma carta escrita a próprio punho nos dias de hoje? Acredito que seria uma surpresa e tanto. Com certeza eu iria adorar se isso acontecesse.

Resgatar essas coisas fazem bem para o coração e pra alma. Que tal como uma forma de carinho nesses momentos tão difíceis que estamos passando com essa questão do COVID, se nos propuséssemos escrever uma carta para quem amamos?

Tudo bem, sei que não seria fácil fazer a postagem da mesma, pelo fato de termos que enfrentar uma fila enorme nos correios, nos expondo aos riscos da doença. Mas acredito que seria uma surpresa e tanto para quem a recebesse.

As vezes faz bem deixar um pouco a síndrome de Jetsons de lado e voltarmos a ser mais humanos e mais presentes na vida do outro.

Orgulho de ser Juve!

Ao nosso Moleque Travesso, parabéns pela campanha no Catarinense 2020. (foto arquivo do Clube)

Pois então, não deu, o time foi parado pelo caminho pelo Brusque, mas com certeza agradou a todos os torcedores pelo seu desempenho no Estadual. Agora é levantar a cabeça e seguir em frente, pois a torcida está sabendo para que veio o time.

Aproveito o espaço para parabenizar toda a Diretoria, Comissão Técnica e os jogadores do nosso Moleque Travesso, pela bela campanha realizada, que despertou no povo jaraguaense, o amor pelo futebol.

Parabéns, Juve!

É do Banana!

O Comunicador Hamilton Theodoro, popular Banana, emplacando com seu programa Show do Banana, nas tardes da Supernova FM.

Para quem sintoniza diariamente a Supernova FM, deve ter se deparado na última semana com uma voz já conhecida do povo jaraguaense, é que o sempre amigo Hamilton Vessi Theodoro, mais conhecido como Banana, que apresenta o programa Banana Show.

O programa vai ao ar diariamente das 13 às 14h., mesclando muita música e entretenimento.

Quem ainda não ouviu, sintoniza na 101.9 e aproveita para curtir a vontade esse programa que é simplesmente um show!

Lembrem-se: Figurinha repetida não completa álbum, vamos embora que a litorina não espera.
Até semana que vem!