Texto escrito por Ludmila Marques

O marco do primeiro milhão é um sonho de grande parte das pessoas que buscam independência financeira, onde trabalhar é um hobby e não uma necessidade para manter seu custo de vida.

Algumas pessoas pensam ser impossível, outras estão tentando e talvez cheguem perto… Mas qual a diferença de quem ultrapassa esse marco? Aqui vai uma fórmula mágica:

1º milhão = Valor investido X Rentabilidade X Tempo

Esta é a fórmula mágica, mas não significa fórmula rápida. Aliás, me arrisco a dizer que, dos 3 componentes, o mais importante é o tempo. Afinal, o valor investido depende da sua renda e a rentabilidade altera conforme o momento econômico e o perfil do investidor. Já o tempo é igual para todo mundo e não há como comprá-lo de volta.

Portanto, valorize este fator e comece hoje, independentemente do valor com o qual você começar. Dar o primeiro passo mais cedo com certeza fará diferença. Mas por onde começar? Pelo planejamento financeiro!

Ajuste seu orçamento, controle seus gastos e defina o valor a poupar em relação à sua renda. Assim, você estará ajustando a estratégia para diferentes cenários, sejam eles ruins, como uma possível redução salarial, ou bons, como em caso de aumento em sua renda. Uma sugestão é o conhecido método 50/30/20.

  • 50% do valor recebido para gastos essenciais (necessidades): moradia, saúde, alimentação, transportes, entre outras despesas fixas e necessárias para a manutenção do seu custo de vida.
  • 30% para lazer ou sonhos (desejos): assinaturas, cinema, viagens e tudo o que você deseja ter ou fazer de forma planejada para não comprometer seu sonho de longo prazo (não desista do primeiro milhão!);
  • 20% para investimentos: aqui você deve constituir sua reserva de emergência e, também, a sua independência financeira. Busque conhecimento ou profissionais habilitados para encontrar boas alocações em ativos financeiros.

Com percentuais ajustados e planejamento desenhado, agora vem a execução. E ao longo do tempo será necessário muita disciplina para concluir com sucesso este plano.

Afinal, se fosse simples teríamos números melhores na pesquisa feita pelo Credit Suisse, que mostrou que no Brasil apenas 176 mil pessoas possuem mais de 1 milhão em conta, dentre mais de 207 milhões de indivíduos.

Agora está com você escolher em qual estatística quer se encontrar. Espero te ver no grupo dos milionários! Encerro aqui com 3 dicas de ouro:

  1. Tenha disciplina;
  2. Tenha disciplina;
  3. Tenha disciplina.

Ludmila Marques. Contato: ludmila.marques@warren.com.br | warren.com.br