O médico indicou o uso de aparelho auditivo, mas você está resistente em aceitar? Vou ajudar você com este preconceito e mostrar que existe forma de aceitação do aparelho auditivo.

Esse sentimento é comum na maioria das vezes e é preciso vencer esse “preconceito” para ter uma melhor qualidade de vida.

Muitos apresentam vergonha de usar algo que chame a atenção de outras pessoas, não querem que seus colegas de trabalho saibam que está usando aparelho auditivo e imaginam que sofrerão preconceito por outras pessoas ao usar o aparelho auditivo.

A perda auditiva pode aumentar consideravelmente já que os estímulos auditivos que são enviados ao córtex cerebral (área responsável pela audição) não estão chegando adequadamente, ocasionando uma dificuldade de compreensão e com isso podendo acontecer o isolamento social tanto com as pessoas de fora como de sua própria família.

As pessoas se preocupam muito se os outros irão reparar no aparelho auditivo e esquecem que se repara mais na dificuldade que ela tem em comunicar-se com os outros, do que no próprio aparelho, que muitas vezes passa despercebido. Com a perda auditiva a pessoa fala mais alto, pede para repetir mais de uma vez a mesma coisa, finge que entendeu, entre outras dificuldades.

Muitas só procuram ajuda quando o problema já está grande. A demora em resolver a dificuldade auditiva leva a danos maiores, mesmo sendo uma perda auditiva leve, ela pode aumentar e acarretar outras complicações, como, por exemplo: mal de Alzheimer, demências, zumbido e tonturas.

Sabendo que hoje em dia a tecnologia está dominando e todos estão diretamente inseridos nesse meio, os aparelhos auditivos estão sendo confeccionados com design e mais modernos, confortáveis de usar e com conectividades no celular, televisão e notebook. Tudo para agradar aos usuários de aparelhos auditivos. De acordo com o grau de perda auditiva, coordenação motora e preferências do usuário muda o aparelho auditivo.

Dicas

  • Pense primeiro em sua saúde: veja o aparelho auditivo como algo que irá te ajudar a ouvir e compreender melhor, dê prioridade aos benefícios que o aparelho vai trazer para sua vida;
  • Procure um profissional da área para lhe auxiliar: uma dica importante é adquirir seu aparelho auditivo em um local próximo, pois você irá precisar de ajustes e o acompanhamento que é feito pelo fonoaudiólogo, vocês irmão escolher juntos o modelo e tecnologia que mais coerente;
  • Lembre sempre dos benefícios que o aparelho auditivo vai trazer;
  • Integração familiar;
  • Desempenho no trabalho;
  • Autonomia para realizar atividades fora de casa;
  • Compreensão das conversas;
  • Senso de orientação espacial;
  • Qualidade de vida;
  • Convívio social;
  • Autoestima;
  • Ouvir melhor;
  • Evitar problemas de saúde mais graves.

Lembre-se a perda auditiva aparece mais que os aparelhos auditivos.

Onde encontrar

O CAJ está localizado na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, número 889, no bairro Centro em Jaraguá do Sul. Para mais informações você pode acessar as redes sociais da empresa Facebook ou Instagram ou entrar em contato pelos telefones:

Jaraguá do Sul: (47) 3372-2364 Whatsapp: (47) 99972-5395.