Criado pela Prefeitura de Jaraguá do Sul para auxiliar empreendedores locais no enfrentamento à pandemia do coronavírus, o Programa Juro Zero Municipal foi sancionado pelo prefeito Antídio Lunelli no início do mês de abril.

Esta é a segunda edição do programa e em dois meses, os resultados continuam superando as expectativas. De acordo com dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, o Juro Zero já liberou, até agora, mais de R$ 2,2 milhões em 251 contratos assinados.

Duas instituições financeiras estão credenciadas ao programa, Agência de Crédito do Vale do Itapocu (Acrevi), Banco do Empreendedor e BluSol, outra terceira também está na fase final de credenciamento.

O secretário da pasta, Daniel Gustavo Schmitz de Arruda, reforça que estes recursos são injetados na economia local e movimentam o comércio, sendo um modelo de empréstimo que muitos não teriam condições de contrair junto às instituições financeiras.

“Nosso objetivo é continuar fomentando, cada vez mais, os pequenos negócios e dando o suporte financeiro necessário para que os empreendedores consigam superar este momento difícil que a economia vem passando”, salienta.

Os interessados em obter o crédito devem entrar em contato diretamente com as instituições financeiras, que também são as responsáveis pela análise do crédito, obedecendo suas políticas internas.

Vale ressaltar, ainda, que o Juro Zero oportuniza ao empreendedor efetuar o pagamento da primeira parcela 60 dias após a obtenção do empréstimo.

O programa passou por alterações nesta edição, com aumento do valor máximo de empréstimos para MEIs e Profissionais Autônomos de R$ 3 mil para R$ 7 mil, e para Micro e pequenas empresas com o limite máximo passando de R$ 5 mil para R$ 14 mil. Na primeira edição do programa as pequenas empresas não tinham direito de acessar o crédito.

 

Startups

Os vereadores do Partido Novo, Rodrigo Livramento e Sirley Schappo, reuniram-se com a chefe de gabinete do prefeito de Jaraguá do Sul, Emanuela Wolff, esta semana, para apresentar o Regulatory Sandbox, projeto que pretende facilitar o início das atividades de startups em Jaraguá do Sul. A reunião contou também com a participação do líder de governo na Câmara Municipal, Luís Fernando Almeida (MDB).

Simples

Os vereadores de Jaraguá do Sul aprovaram esta semana, moção de apelo da vereadora Nina Santin Camello (Progressistas) que pede ao governo federal o aumento do limite que as empresas do Simples Nacional podem faturar, sem serem desenquadradas do sistema.

Nina explica que, com a alta nos preços dos insumos e das matérias primas, os valores praticados pelas empresas ficaram maiores, levando a receita bruta a patamares acima do limite do Simples e, consequentemente, enquadrando-as em uma alíquota de maior tributação. Porém, isso não significa que esses empreendimentos estejam tendo um lucro líquido maior.

"Segurem o preço", diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro fez um apelo a empresários para segurarem o preço dos alimentos. O pedido ocorreu durante encontro com diversos setores econômicos do estado do Rio, na quinta-feira (17). A reunião foi restrita e não pôde ser acompanhada pela imprensa. O relato sobre a fala presidencial foi feito pelo senador Flávio Bolsonaro (Patriotas-RJ), em coletiva após a reunião.

Aço

A produção nacional de aço bruto cresceu 20,3% no acumulado de janeiro a maio, em comparação ao mesmo período do ano passado, totalizando 14,9 milhões de toneladas, a maior produção da série histórica. A produção de laminados nos cinco primeiros meses do ano cresceu 29,7%, em relação ao resultado registrado em igual período de 2020, com 11,1 milhões de toneladas.

A produção de semiacabados para vendas somou 3,3 milhões de toneladas de janeiro a maio, um acréscimo de 0,5% na mesma base de comparação. As informações foram divulgadas na quinta-feira (17) pelo Instituto Aço Brasil (IABr).