Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina) está passando por regiões do estado levando especialistas de instituições de fomento ao comércio internacional para orientar empresários  sobre como iniciar ou ampliar a presença de micro e pequenas em processos de importação e exportação. Na última sexta-feira (20), a conversa foi em Jaraguá do Sul.

O segmento das micro e pequenas empresas tem um grande potencial para o mercado exterior: segundo levantamento do Observatório da Indústria, mantido pela Fiesc, as micro e pequenas empresas, com até 99 trabalhadores, são quase 50 mil, ou 98% do universo empresarial e respondem por 350 mil trabalhadores, quase 52% dos empregos, enquanto que no Brasil este indicador é de 46%.

Em relação às exportações, as micro e pequenas também têm se destacado, chegando em 2017 a um ritmo de 3,4% ao ano, enquanto que as médias e grandes empresas cresceram a 1,4% e 0,3% ao ano, respectivamente. Ainda assim, a participação do volume exportado pelas MPEs é de apenas 2,4% (US$ 205 milhões) do total catarinense.

Segundo Maria Teresa Bustamante, presidente da Câmara de Comércio Exterior da Fiesc, a ação ajuda a desmistificar o conceito de que apenas grandes empresas podem atuar em nível global.

“Estamos falando de um segmento econômico muito ativo, que tem todas as possibilidades de colocar suas marcas no mercado externo”, assinala, lembrando da participação de micro e pequenas indústrias no setor produtivo.

CDL celebra 50 anos no dia 3

Marcando os 50 anos de existência, a CDL Jaraguá do Sul promove, no próximo dia 3 de agosto, um evento especial no Clube Atlético Baependi. Com diversas homenagens, a iniciativa celebra a representatividade do comércio local e da entidade, que, atualmente, conta com 1,3 mil associados.

Na programação, também está prevista a apresentação do mini-documentário ‘Diálogos entre gerações’, produzido por Gilmar Moretti. “De uma maneira bem dinâmica vamos falar de passado e futuro, desde o início, da fundação e, depois, destacar os presidentes e tratar de soluções”, explica.

Os ingressos para o evento, que começa às 19h30, estão à venda e custam R$ 65 (individual) e R$ 120 (casal). Para confirmar presença ou solicitar mais informações, basta entrar em contato pelo telefone (47) 3275-7070 ou e-mail eventos@cdljaraguadosul.com.br.

Evento de moda tem apoio da região

O Grupo Lunelli é um dos apoiadores da 43ª edição da Casa de Criadores. Realizado em São Paulo, o evento é considerado o principal do ano quando o assunto são os novos talentos da moda brasileira. Neste ano, nomes como Ale Brito, Brechó Replay e Fernando Cozendey apresentam criações para o verão 2019. A iniciativa também conta com ciclo de palestras.

Spin começa novo ciclo

A Spin,  aceleradora de empresas de Jaraguá do Sul, começou seu terceiro ciclo de aceleração nesta segunda-feira  (23). A data também marca o início do primeiro ciclo da aceleradora em Joinville. Seis negócios começaram a receber toda a assessoria da aceleradora para crescer e decolar no mercado. A aceleradora é a primeira do Norte Catarinense e já tem sedes em Jaraguá do Sul e Joinville. Em breve, também estará em Blumenau.

Petrobras volta a reduzir o preço da gasolina

A Petrobras anunciou a redução de 0,94% no preço da gasolina comercializada em suas refinarias. A partir desta terça-feira, o combustível passará a custar R$ 1,9426 por litro nas refinarias. A estatal mantinha o preço do litro da gasolina em R$ 1,9611 desde o dia 18 de julho.

Guerra comercial pode custar US$ 430 bilhões, segundo FMI

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Largarde, fez um apelo aos lideres do G20 – grupo das 19 maiores economias do mundo e a União Europeia – para que cooperem para fomentar o crescimento global, de forma mais igual.

Segundo um relatório apresentado na reunião,  o Produto Interno Bruto (PIB) mundial pode sofrer uma perda de US$ 430 bilhões no pior cenário de guerra comercial.

Projeção de inflação volta a cair

A projeção de instituições financeiras para a inflação voltou a cair. A estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) caiu de 4,15% para 4,11%, segundo a pesquisa Focus, divulgada todas as segundas-feiras pelo Banco Central. Essa é a segunda redução consecutiva.

Quer receber as notícias no WhatsApp?