A forma de atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social mudou. Começando esta semana, as consultas ao extrato previdenciário, o CNIS, passam a ser feitas somente com horário agendado ou pela plataforma MeuINSS.

A medida visa reduzir as filas dos interessados em dar início ao processo de aposentadoria e agilizar o atendimento.

Fazer o registro na plataforma é simultaneamente simples e frustrante, embora tenda a se tornar menos problemático com o desengarrafamento da plataforma, diminuindo a incidência de erros de conexão, que ainda marcam o serviço - são mais de 30 milhões de segurados e o sistema ainda está sobrecarregado.

Todo o trabalho é  feito direto na plataforma, sem necessitar de agendamento, formulários complexos ou registros em outros sistemas do governo federal.

São necessários dados do CPF, como data e local de nascimento e o nome da mãe - precisamente como registrados junto ao INSS: qualquer incompatibilidade, como por exemplo na grafia nome da mãe, pode barrar o registro e obrigar a recomeçar - seguidos por respostas a várias perguntas sobre o histórico de contribuição do cidadão, respostas que nem sempre vem a memória.

Errar duas perguntas é o bastante para evitar a geração da senha provisória, que deve ser trocada por uma senha permanente dentro da plataforma.

CPFs barrados por erros tem que esperar 24 horas para tentar novamente, portanto é recomendado estar com a carteira de trabalho ao lado para consultar o histórico de contribuições para evitar erros.

Quem tiver problemas em fazer o registro na plataforma ou não tiver acesso a internet pode agendar atendimento pelo telefone 135, de segunda a sábado, das 7h às 22h. Segundo o instituto, para agendar atendimento na agência, o cadastro não é necessário.

Mas aqueles que comparecerem à agência sem solicitar um dos serviços pela internet será orientado a fazer o agendamento e receberá a senha do Meu INSS para que possa acessar o serviço online.

O sistema foi desenvolvido pela Dataprev e já conta com mais de 10 milhões de usuários cadastrados. Além do extrato, também é possível consultar outros serviços pelo site, incluindo carta de concessão, extrato do Imposto de Renda e histórico de crédito de benefício.

Micro e pequenas empresa na Acijs

O presidente da Fampesc – Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedor Individual de Santa Catarina, Alcides Andrade, participa da plenária Acijs e Apevi na segunda-feira, dia 30.

Na última plenária do mês, presidida pela Apevi, o empresário vai falar sobre desafios das MPEs, abordando os efeitos do segmento frente as políticas públicas, com destaque para os avanços e apontando necessidades de empresas de pequeno porte e empreendedores individuais.

Pagamentos do PIS liberados

Os pagamentos do Abono Salarial do PIS/Pasep ano-base 2017 começam a ser liberados na quinta-feira (26) em todo o país. Uma escala foi montada para evitar tumultos nas agências bancárias e garantir que os trabalhadores sejam atendidos com agilidade.

Os primeiros a receber o benefício serão os empregados da iniciativa privada nascidos em julho e os servidores públicos com final de inscrição zero. A previsão é de que 24,4 milhões de trabalhadores recebam o Abono Salarial de 2017. O valor destinado a esses pagamentos é de R$ 18,1 bilhões.

Falando em inovação...

Retomando o tema de ontem, outra empresa tem investido em inovação: pela primeira vez em sua trajetória, o Grupo ALL, uma das maiores empresas de entretenimento do estado, abre oficialmente as portas para ideias inovadoras vindas da comunidade empreendedora, com a realização do OIE – Open Innovation Entertainment, um evento com o objetivo de estimular novos conceitos e fomentar a indústria do entretenimento.

O evento ocorre entre 17 e 19 de agosto, no Complexo Music Park (Rod. Maurício Sirotsky Sobrinho, 1050, Jurerê). As inscrições abriram nesta quarta-feira, pela Blue Ticket.

Oportunidades de negócios no shopping

O Talk Tenco 2018, reunião de negócios do do grupo Tenco, ocorreu nesta quinta-feira (26), a partir das 19h no Jaraguá do Sul Park Shopping, com oportunidades para investidores.

O evento foi na Unisociesc, instalada no piso SS (subsolo) e contou com as palestras de Milena Zimmermann e Marcus Vinicius Ávila Barbosa.

Mais mulheres no campo

Dados preliminares divulgados nesta quinta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para o Censo Agropecuário 2017 mostram que o total de estabelecimentos agrícolas nos quais o produtor é do sexo feminino subiu de 12,7% para 18,6% entre 2006 e o ano passado.

O número de homens no campo ficou em 4,1 milhões, enquanto as mulheres permanecem 945,4 mil. O número de mulheres declaradas codiretoras do estabelecimento agropecuário atinge 816.926 pessoas, em 2017.

Quer receber as notícias no WhatsApp?