Os ministérios da Economia e das Relações Exteriores emitiram nota conjunta, nesta segunda-feira (19), para destacar a assinatura do Protocolo ao Acordo de Comércio e Cooperação Econômica bilateral entre Brasil e Estados Unidos.

A medida prevê iniciativas regulatórias para promover os fluxos de comércio e investimentos entre os dois países.

Para o governo brasileiro, o pacote comercial assinado mais cedo pelo presidente Jair Bolsonaro será a base para a construção de um futuro acordo de livre comércio mais amplo.

"A assinatura do pacote comercial insere-se em contexto mais amplo da política de comércio exterior brasileira, cujo principal objetivo tem sido o de criar ambiente econômico favorável aos negócios e à reinserção competitiva do Brasil na economia internacional. Pretende-se que o pacote forme a base de um amplo acordo comercial a ser futuramente negociado entre as duas maiores economias do continente americano. Os compromissos assumidos estão alinhados com demandas históricas dos setores privados de ambos os países", diz a nota.

Na avaliação da Confederação Nacional da Indústria (CNI), embora não tratem de acesso a mercados, os acordos abordam temas de última geração e possibilitam a economia de custos e a ampliação da competitividade na relação entre os dois países.

Brasil e Estados Unidos são parceiros importantes e de longa data nas áreas de comércio e de investimentos. O intercâmbio de bens e serviços foi superior a US$ 100 bilhões em 2019.

Por sua vez, os investimentos diretos das empresas americanas no Brasil superam US$ 70 bilhões e os investimentos das empresas brasileiras nos Estados Unidos ultrapassam US$ 39 bilhões.

Apesar dos números, há enormes oportunidades de ampliação desses fluxos, afirma a entidade empresarial.

Nova plataforma

Com um mercado em constante mudança e uma despriorização do varejo físico, o Grupo Lunelli está lançando uma novidade: a plataforma Une, uma plataforma de e-commerce voltada para empresas e pessoas físicas que queiram revender produtos das marcas do grupo.

A plataforma opera oferecendo a oportunidade de qualquer pessoa ter uma renda extra a partir da venda dos produtos Lunelli, divulgadores, lojistas, o grupo espera que representantes e consumidores sejam beneficiados, assim como o próprio negócio.

Novo gestor na Ciser

Maior fabricante de fixadores da América Latina, a Ciser, de Joinville, reforça seu investimento na área de inovação e contratou um novo gestor para a área, reforçando o direcionamento rumo a indústria 4.0.

Aluisio Goulart Lopes, de 48 anos, assume o cargo. O profissional tem mais de 20 anos de experiência em empresas multinacionais, de grande porte, englobando os setores da indústria automobilística, agrícola, linha branca, compressores e odontológica.

Economia de R$ 600 bilhões

A Advocacia-Geral da União (AGU) divulgou nesta segunda-feira (19) dados segundo os quais R$ 600 bilhões deixaram de ser desembolsados pelos cofres públicos devido a resultados favoráveis em julgamentos no Supremo Tribunal Federal (STF).

O cálculo foi feito tendo em vista o que o governo teria que desembolsar caso fosse derrotado em uma série de julgamentos sobre questões tributárias realizados entre fevereiro e setembro deste ano.

Inflação

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel no país, registrou inflação de 2,92% na segunda prévia de outubro. A taxa é inferior aos 4,57% da segunda prévia de setembro.

Mesmo assim, o índice acumulado em 12 meses subiu de 18,20% na segunda prévia de setembro para 20,56% na segunda prévia de outubro, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), que fez a pesquisa.

Inovação em meio a pandemia

Um em cada quatro donos de pequenos negócios implementou alguma inovação desde o início da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), segundo pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

A pesquisa aponta também que os empresários que desenvolveram práticas inovadoras em seus negócios tiveram mais sucesso na melhora do nível de faturamento.

Enquanto os pequenos negócios inovadores registraram perda de 32% da receita, as empresas que não inovaram tiveram um percentual de perda maior (39%).

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul