Na próxima segunda-feira (16), o PMDB de Jaraguá do Sul realiza sua convenção municipal. Em tempo de descrença recorde com a política, um dos desafios é atrair a participação do maior número possível dos cerca de 3 mil filiados, que fazem do partido o com a maior força local. No centro da escolha está o nome do deputado estadual licenciado e secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Carlos Chiodini (foto). A previsão é que ele seja sucedido por Natália Petry, que já comanda interinamente a sigla. A convenção é a largada já para o pleito do próximo ano, quando Chiodini vai concorrer a deputado federal, tentando quebrar um tabu de 20 anos em que o município não ocupa uma cadeira em Brasília. Quem acha a meta dos 120 mil votos demasiadamente ambiciosa não acompanha o trabalho de Chiodini, que já construiu uma rede de apoio em todas as regiões do Estado.

Ascenção e faro político

Chiodini se filiou ao PMDB com 17 anos, passou por diversos postos dentro do partido e assumiu uma cadeira na Assembleia Legislativa com apenas 26 anos. Na época, era suplente de Valdir Cobalchini (PMDB), que se licenciou para comandar a Secretaria de Coordenação e Articulação do Estado. Elegeu-se deputado estadual em 2010, com 40.241 votos, e reelegeu-se em 2014, com 49.233 votos. Já no primeiro mandato assumiu a liderança da bancada do PMDB, a maior de Santa Catarina. Sua ascensão e faro político chamam a atenção. O vice-governador Eduardo Pinho Moreira já chegou a prever o futuro jaraguaense como senador.

Decisão sobre candidatura estadual

Depois da convenção, o PMDB deve decidir se terá ou não candidatura na região a deputado estadual. O presidente do PP, Ademir Izidoro, diz que no fechamento da aliança majoritária municipal em 2016 ‘não existiu acordo escrito, mas houve encaminhamento para dobradinha entre Chiodini a federal e Dieter Janssen a estadual’. “Seria interessante que o PMDB não tivesse candidato para que a gente possa fazer campanha para o Chiodini”, espera Izidoro.

Emenda às sociedades

O deputado federal Rogério Peninha Mendonça (PMDB) conseguiu a liberação de uma emenda de R$ 250 mil para as sociedades de tiro de Jaraguá do Sul. A verba será utilizada na compra de armas e munição.

Mudanças no PDT

O líder comunitário e presidente do Conselho Municipal de Saúde, Agostinho Zimmermann, voltou a comandar o PDT em Jaraguá do Sul. O advogado Rogério Napoleão assumiu a vice-presidência.

Cobrança por infraestrutura

Em reunião na Aciag, na próxima segunda-feira (16), às 18h, os líderes empresariais da região devem cobrar de deputados e senadores catarinenses mais empenho junto ao governo federal para tirar do papel com mais agilidade obras de infraestrutura necessárias como a duplicação da BR-280 e os contornos urbanos.