A sétima arte vem, gradativamente, conquistando seu espaço no cenário cultural jaraguaense. Organizadores, cineastas, produtores, distribuidores de conteúdo, roteiristas, figurinistas, atores e amantes do cinema, se mobilizam para a 3ª edição do Festival de Cinema de Jaraguá do Sul, que acontecerá na Sociedade Cultura Artística (Scar), nos dias 12, 13 e 14 de maio do corrente ano.

O enredo visionário de transformar Jaraguá do Sul em um polo de produção audiovisual multigênero, vai sendo ‘rodado’ tal qual a exibição de um longa-metragem. No roteiro, a missão de promover, incentivar e divulgar, de forma contínua, a formação e produção independente, ou não, da arte audiovisual para todos os públicos, por meio de workshops, oficinas, palestras, exibições e premiações.

O Instituto FESCINE, que se encontra em fase conclusiva de constituição jurídica, é o idealizador e organizador do Festival, e tem como parceira realizadora, a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), da Prefeitura Municipal de Jaraguá. Os mentores pensaram o Festival de Cinema considerando as características peculiares e o potencial de Jaraguá. Portanto, ele é aberto para a participação de produtores, estudantes, profissionais, amadores, independentes, e tem como missão promover o empreendedorismo cultural por meio da produção audiovisual.

O Festival vem ganhando corpo estrutural a cada ano, e para esta 3ª edição, inovações logísticas foram implementadas. Além de ter a Scar como a base de exibição e premiação, o Fescine levará o cinema a espaços universitários, escolares e culturais da cidade. Com um crescimento de 35% no número de inscrições, que somam 377, entre curtas, médias e longas-metragens, espera-se triplicar o público para esta edição. Enfim, a cultura jaraguaense conta com mais este projeto, que também é uma construção coletiva, e seu êxito dependerá sempre da sensibilidade e apoio da comunidade.