Amigo leitor, resgatamos para você, com exclusividade, esta preciosa edição nº 1.021, de 9 de março de 1940, sob comando de Honorato Tomelin, tendo na redação o poeta João Crespo. Só para lhe situar ao tempo, entre pérolas e presentes de grego daquele ano, se o mundo ganhava John Lennon, Ringo Starr e Frank Zappa, o Brasil ganhava o 37º presidente da República, Michel Temer, respectivamente. Por outro lado, se o Brasil ganhava Pelé e a Orquestra Sinfônica Brasileira, o mundo ganhava o campo de concentração nazista de Auschwitz. Viaje por 1940 aterrissando nesta histórica página. Boa leitura!

Jaraguá parou para receber uma visita ilustre

Foi um marco histórico a visita do presidente Getúlio Vargas, pela primeira vez, a Jaraguá do Sul. Até mesmo o horário da missa foi alterado pelo vigário. O teor dos textos nos dá a ideia do conceito da imprensa e sociedade civil para com a figura do presidente, não esquecendo que nessa época imperava o Estado Novo (novembro de 1937 a janeiro de 1946) sob regime ditatorial.

Novo código de processo civil

Até então o Código Civil era descentralizado e determinado por cada estado da federação. Entrava em vigor, no dia 1º daquele mês de março, o Novo Código de Processo Civil, que passara a valer, de forma unificada, para toda a nação.

Pena de morte

A pena capital já fora punição adotada durante o período do império. Registros históricos nos dão conta de que a última execução determinada pela justiça civil brasileira ocorreu em 28 de abril de 1876, cujo sentenciado foi o escravo Francisco, em Pilar das Alagoas. No entanto, a Constituição do Estado Novo de Getúlio Vargas, em 1937, admitiu a possibilidade de decreto da pena de morte para crimes comuns, porém, acabou restringindo-se a crimes políticos e militares cometidos em tempos de guerra.

Uma centenária saudável

Este destacado anúncio rodapé de capa promovia a marca da antiga Farmácia e Drogaria Minerva, fundada em 1919 por Alberto Bornschein, em Curitiba. Viria instalar uma filial em Joinville em 1922, passando a se chamar Farmácia Catarinense em 1942, sólida rede atuando no mercado atualmente.

Código de ‘vara’

Observe, amigo leitor, o teor da referida nota. O que temos hoje como “condução coercitiva”, fora na época “condução sob tortura”.