Como um apaixonado pelas ciências humanas, sempre me envolvi com trabalhos voluntários. Em 2017, quando aceitei um convite do CEJUSC (Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania) para trabalhar com adolescente que praticaram atos infracionais; foi desafiador, porém, satisfatório.

Entretanto, a questão ficou ”o que podemos fazer para que os adolescentes não cheguem até aqui?”

Depois de muita pesquisa com dados do Ministério Público, Conselho tutelar, CEJUSC e CRAS, eu e a psicóloga Thais Marcelino da Silva desenvolvemos o projeto Taekwondo Geração Positiva, que tem por objetivo oferecer às crianças e adolescentes - através de oficinas de psicologia (dinâmicas de grupo, rodas de conversa e trabalhos lúdicos) e aulas de Taekwondo - um estilo de vida saudável, que contribua para melhoria da convivência social, desenvolvendo habilidades para trabalhar em grupo, disciplina e respeito pelo próximo, fortalecimento dos laços familiares e autoestima.

O projeto abrangerá 120 crianças e adolescentes de 7 a 15 anos da E.M.E.B. Luiz Gonzaga Ayroso, do bairro Jaraguá 84, em Jaraguá do Sul num período de 12 meses.

As pessoas físicas podem destinar até 6% do valor referente ao Imposto de Renda (IR) devido e as pessoas jurídicas até 1%.

Essas contribuições podem ser efetuadas por meio de depósito identificado ou boleto, com o número do CPF ou CNPJ do destinador, na Conta Corrente 71024-3, Agência 2707, operação 006, no Banco Caixa Econômica Federal. O CNPJ do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente é n° 19.017.911/0001-50.

A doação permite que destinações de parte do imposto de pessoas físicas e jurídicas, dedutíveis do Imposto de Renda, sejam destinadas ao Projeto Taekwondo Geração Positiva com o valor total de R$ 148.825,20 da Organização da Sociedade Civil Associação Catarinense de Taekwondo, registrada no CMDCA sob n° 63, o qual foi analisado e aprovado pelo CMDCA.

Após a confirmação do depósito e identificação do contribuinte, o CMDCA emitirá um comprovante de destinação e enviará a Receita Federal.

Este também é um ato de cidadania, pois é o contribuinte mostrando onde quer que parte do seu imposto seja aplicado. Para maiores esclarecimentos, colocamo-nos à disposição: Marcos Silveira (47) 9 9963 5608 e CMDCA 3374-2772 ou cmdca@jaraguadosul.sc.gov.br.

Marcos Silva da Silveira

Psicólogo clínico (CRP 12/14788), psicoterapia para adolescentes, adultos e idosos.

Onde atende: Policlínica Rio Branco, na rua Barão do Rio Branco, 207 - Sala 6, no Centro de Jaraguá do Sul.
Contato: (47) 9 9963-5608 (WhatsApp) | Facebook