Você sabia que os dentes só podem se tocar no final da deglutição? Ou seja, somente quando engolimos a saliva é que os dentes superiores e inferiores se tocam, isso equivale aproximadamente 18 minutos por dia.

O hábito de encostar ou apertar os dentes durante o dia ou mesmo contrair a musculatura da face sem necessariamente encostar os dentes quando estamos acordados chama-se bruxismo de vigília.

Fatores psicossociais ou hábitos (como roer unhas e mascar chicletes) também podem estimular a contração dos músculos. Movimento inconsciente, comandado pelo sistema nervoso central e, de acordo com os estudos, muito mais frequente (aproximadamente 6 vezes) e mais danoso que o bruxismo do sono, podendo ocorrer frequentemente em pessoas portadores de cefaléias, de problemas de ATM (articulação da boca) e cervicalgias (dores no pescoço, nuca e parte superior do ombro).

Segundo a 3ª Edição da Classificação Internacional das Cefaléias (2018), temos mais de 200 tipos de cefaleias, sendo a cefaleia do tipo tensão uma das mais comuns (responsáveis por 70% das dores de cabeça) da sociedade moderna.

Esta doença é mais frequente em pessoas que apresentam o bruxismo de vigília. Pessoas com dor de cabeça do tipo Tensão encostam quatro vezes mais seus dentes que pessoas que não tem dores de cabeça.

Quando essas dores são crônicas (mais de 6 meses de dor), pode ocorrer a hipersensibilização do sistema nervoso central. Nesses casos a pessoa estará mais sensível a estímulos, mesmo os não dolorosos.

Essas dores geram mais stress e ansiedade que se retroalimentam, causando sofrimento a pessoa e uma perda significativa na qualidade de vida.

Uma nova ferramenta de tratamento para o controle de bruxismo de vigília é o sistema LIVA, tratamento criado pelo Dr. Alain Haggiag, que vem obtendo bons resultados, validadas pelos maiores comitês científicos do mundo e apresentadas nos mais importantes congressos de medicina a nível internacional.

O tratamento não invasivo e não medicamentoso se baseia num dispositivo intra oral com base no biofeedback e na supervisão do dentista credenciado e especializado na área da DTM e Dor Orofacial, promovendo conscientização dos hábitos nocivos e reeducação do paciente juntamente com os conselhos comportamentais.

Quando a pessoa se torna consciente e tem maior controle sobre não encostar ou contrair a musculatura e/ou dentes, melhorando a sobrecarga muscular, articular e por consequência as dores.

Dra. Kellyn Rengel Bertoldi - Credenciada no Sistema LIVA, cursando especialização em DTM e Dor Orofacial na Universidade Tuiuti – PR. Graduada na Universidade Regional de Blumenau, FURB, em 2002. Desde então, em constante atualização: Curso de Aperfeiçoamento em Oclusão Clínica – Bauru – SP; Capacitação em Human Body Total Care – Regulador Funcional Aragão – SP; Capacitação em Harmonização Orofacial; Capacitação em Atingindo a Excelência em Resina Composta; Capacitação Odontologia do Sono na IEO – Bauru SP, membro do DSM Brasil (Dental Sleep Medice), Capacitação em Odontologia do Esporte - RS, Credenciada da Biologix (Monitoramento Digital da Apneia do Sono).