A Rede OCP de Comunicação sempre se postou muito atenta e presente para com as campanhas sociais de toda ordem. Como já abordamos aqui nesse espaço editorial, o ‘Maio Amarelo’ é um movimento internacional voltado à conscientização da população para com a segurança no trânsito.

De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o Brasil é o 5º país do mundo que mais mata no trânsito. A Campanha desse ano tem foco no motociclista porque têm aumentado os acidentes, envolvendo esse público.

Segundo a Diretoria de Trânsito e Transportes (DTT) da Secretaria de Planejamento e Urbanismo da Prefeitura de Jaraguá do Sul, o propósito é sensibilizar os condutores para guiarem as motocicletas com atenção e responsabilidade sem abusar do seu direito, sobretudo o de guiar entre os automóveis.

É preciso ter consciência de que a capacidade estrutural urbana nunca crescerá na mesma velocidade de produção de veículos. Além disso, há que se considerar a triste realidade de que a educação também não se desenvolve na mesma velocidade dos veículos e das estruturas viárias. O produto dessa equação são os acidentes diários com irreparáveis custos sociais.

Por isso, é necessário que essa via se faça de mão dupla, ou seja, de um lado atitude e cuidado por parte dos condutores, e de outro, enérgica fiscalização e rigor na aplicação das leis reguladoras e punidoras.

Está cientificamente comprovado que a grande maioria dos acidentes resultam da falta de atenção como principal causa, seguida pela desobediência à sinalização e pela direção sob o efeito de álcool. A atual realidade nos dá conta de que o amadurecimento, a responsabilidade e o respeito à vida, continuam sendo as incógnitas dessa equação. É preciso buscar outro caminho.