A diretora executiva Associação dos Bananicultores de Corupá (Asbanco) Eliane Müller e o deputado federal Carlos Chiodini (MDB) estiveram esta semana no Ministério da Agricultura para cobrar apoio ao setor de bananicultura do Estado, afetado pelo ciclone que atingiu grande parte dos municípios catarinenses no dia 30 de junho. O prefeito de São João do Itaperiú Clézio Fortunato (MDB) também acompanhou as reuniões.

Foi entregue ao Ministério um documento com solicitações da Federação das Associações e de Cooperativas dos Produtores de Bananas de Santa Catarina (Febanana).

“A banana mais doce do Brasil, fruto de orgulho e sustento para muitas famílias, não irá ficar sem o amparo do nosso trabalho”, reforçou Chiodini.

Santa Catarina é o quarto maior produtor de bananas do Brasil, com 739.997 toneladas de produção da fruta. Importante setor para a economia catarinense, sua mão de obra é baseada na agricultura familiar, com 3.295 produtores em 29.321 hectares de plantações.

Os danos nas lavouras de bananas se aproximam a 60% da produção, em torno de 17 mil hectares afetados. A perda deixará de movimentar R$ 388 milhões na economia do Estado.

Renegociação de empréstimos

Entre os pedidos feitos pela Asbanco e Febanana ao governo federal estão a renegociação das parcelas de financiamento do Pronaf e Pronamp, a criação de uma linha específica, com dispêndio de até R$ 15 milhões na aquisição de mudas para renovação e implantação das lavouras.

Também foi solicitado o aprimoramento da plataforma Prohorti para disponibilizar informações diárias e consistentes dos volumes, origens e preços dos principais Ceasas do Brasil e uma linha específica para agricultores do Pronaf e Pronamp sem prejudicar o limite de financiamento normal nas demais linhas, com o objetivo de recuperar os bananais danificados, além de juros de 2,5% a/a em valores de R$ 15 milhões por hectare e dez anos para pagamento com até três anos de carência.

CURTAS

Passagem na 280

O prefeito de Guaramirim Luís Chiodini (PP) comemorou esta semana a aprovação da proposta feita pela Prefeitura ao governo do Estado para a implantação de uma passagem para pedestres, ciclistas e motociclistas entre os bairros Imigrantes ao Nova Esperança por baixo da BR-280. “Esta foi mais uma bela notícia que vai ajudar muito na mobilidade urbana”, disse o prefeito que agradeceu ao Estado e envolvidos, por essa alteração na obra da duplicação do trecho urbano da rodovia.

Radar

A Defesa Civil de SC oficializou na quinta-feira (23) que Joinville vai receber um radar meteorológico para o monitoramento e alerta de eventos extremos como tempestades. O objetivo é melhorar a cobertura na região Norte.

Instalação

O equipamento foi adquirido pelo valor de R$ 3,7 milhões e a será instalado no bairro Boehmerwald. Conforme a Coluna adiantou no começo do mês, este radar estava previsto desde o ano passado para ser instalado no Morro das Antenas em Jaraguá, mas por conta de trâmites burocráticos e um estudo realizado pela Defesa Civil do Estado, acabou indo para a cidade vizinha.

Ações

O prefeito Antídio Lunelli e a presidente do Comitê Extraordinário Emanuela Wolff, fazem relato de ações de enfrentamento a pandemia e como o município se prepara para o pós-pandemia, em reunião virtual da Acijs na segunda-feira. A reunião será online, às 18h30, e empresários e comunidade podem acompanhar por meio de inscrição neste link https://bit.ly/3eSCmA4

Doação

O Fundo Solidário de enfrentamento ao Covid de Guaramirim entregou na quinta-feira, 35 mil luvas e três mil aventais descartáveis para o hospital Santo Antônio.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul