O prefeito Jair Franzner, integrantes da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer e do Conselho de Administração da Sociedade Cultura Artística (Scar) assinaram esta semana o Termo de Fomento que estabelece convênio de R$ 300 mil entre a Prefeitura e a Scar.

O recurso vai viabilizar 48 apresentações artísticas e cedência de espaço para eventos culturais promovidos pelo Município. Segundo a secretária Natália Lúcia Petry, o Termo de Fomento vai oportunizar a valorização da classe artística e do trabalho produzido pelos artistas locais. “Com certeza o fortalecimento dessas parcerias só vem agregar valor cultural ao nosso município e quem ganha com isso é a comunidade”, comentou.

O presidente do Conselho de Administração da Scar Giuliano Donini, destacou que a cultura é um dos dos elos que torna Jaraguá do Sul uma cidade diferenciada, que pensa na formação de gerações futuras. De acordo com ele, o Termo de Fomento é muito importante para a Scar – que tem uma visão de responsabilidade social –, tendo em vista que aproxima a instituição ainda mais da comunidade.

“Temos que buscar o equilíbrio econômico, social, na segurança, na saúde e, também, por meio da cultura. A democratização de todas essas frentes cria uma sociedade melhor”, destacou Giuliano.

O prefeito Jair Franzner ressaltou que a Administração Municipal trabalha, cada vez mais, para fortalecer a cultura e o esporte em Jaraguá do Sul.

Bolsa cultural

Por meio do Bolsa Cultural da Prefeitura com intermédio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, cerca de 2.300 alunos estão tendo acesso a diversos programas nas áreas da cultura e da arte. Na escola da Scar são 1.100 alunos, boa parte deles, bolsistas que acessam os cursos por meio de convênios com a Prefeitura. “Cada vez mais o município de Jaraguá do Sul está investindo em cultura”, salienta Natália Lúcia Petry.

 

Polícia científica

Representantes da Associação de Câmaras e Vereadores do Vale do Itapocu (Avevi) estiveram esta semana com o prefeito de Jaraguá do Sul Jair Franzner para tratar da doação ou cessão de um terreno para construção de uma unidade própria da Polícia Científica na região. Representaram a entidade o vice-presidente, vereador de Schroeder Everaldo Coelho, o conselheiro fiscal vereador de Guaramirim, Nilson Bylaardt e o vereador de Jaraguá do Sul, Jeferson Cardoso. Também estiveram presentes o coordenador do núcleo, Perito Criminal, Eduardo José Linhares e Paulo Roberto Gaudencio, Auxiliar Criminalístico, representando a Polícia Científica.

Apoio

Durante a reunião foi entregue uma moção dos parlamentares da região solicitando o apoio do município para este pleito, e que seja instituído convênio municipal para destinação de recursos visando à manutenção dos serviços do núcleo, com a finalidade de melhorar a qualidade dos atendimentos prestados. A Avevi deve receber o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perito-Geral da PCI, Giovani Eduardo Adriano, no dia 25 de maio em Jaraguá. Neste dia os vereadores da região vão apresentar as ações de apoio a Polícia Científica e reforçar o pedido para que o Governo do Estado, faça o chamamento e lotação de servidores da polícia científica, após conclusão do curso de formação policial.

Atendimento

Foi aprovada ontem na Câmara de Jaraguá do Sul uma moção que faz um apelo à Prefeitura de Jaraguá do Sul pela implementação de um serviço público que atenda a mulheres com dependência química e álcool. A moção é de autoria das vereadoras e procuradoras da Mulher, Nina Santin Camello (PP) e Sirley Schappo (Novo), em conjunto com o presidente do Legislativo, Jair Pedri (PSD). Os parlamentares afirmam que a cidade dispõe desse serviço somente para homens com dependência, mas não para o público feminino. A moção foi aprovada por unanimidade e enviada ao Executivo para análise do prefeito Jair Franzner.