A falta em consultas médicas é um problema enfrentado pelos municípios e geralmente não levado em consideração principalmente por aquela parte da população que deixa de comparecer a este compromisso.

O assunto volta e meia aparece nos levantamentos das secretarias municipais de saúde e já foi tema de matérias também do OCP. Só para exemplificar, em Jaraguá do Sul mais de 18 mil pessoas faltaram de janeiro a setembro do ano passado em consultas e procedimentos agendados nos 25 postos do município.

Esta atitude, descompromissada da parte de alguns usuários do Sistema Único de Saúde, gerou um prejuízo de R$ 450 mil aos cofres públicos somente no ano passado, ou seja, daria para construir um posto de saúde só com o valor perdido em faltas.

A ausência injustificada é um prejuízo ao município porque impede que outro paciente seja atendido e assim a fila de espera continua crescendo, além de gerar um tempo ocioso para os profissionais de saúde. Assim como em Jaraguá, os municípios da região também passam pelo mesmo problema.

Como é o caso da Prefeitura de Corupá que divulgou esta semana o balanço do primeiro semestre deste ano apontando que foram registradas 789 faltas de pacientes a consultas médicas, procedimentos de enfermagem, consultas com especialistas e exames fora da cidade. As faltas geraram mais de R$ 48 mil em despesas para a Secretaria Municipal de Saúde.

O prefeito João Carlos Gottardi (PSD) ressalta que esta situação é preocupante. Gottardi comenta que nos últimos anos a situação dos municípios está cada vez mais difícil, pois os repasses do governo federal não aumentam, enquanto que, as Prefeituras têm uma demanda cada vez maior de serviços.
“Me preocupa a falta de comprometimento das pessoas que não comparecem as consultas e exames.

Já que muitos destes procedimentos, a Prefeitura encaminha para fora do município e em muitos casos se paga antecipado por um exame ou consulta que o paciente não foi e nem ao menos avisou. É recurso público jogado fora, além de tirar a vaga de outras pessoas que precisam de atendimento”, conclui.

Samae utiliza método não destrutivo para rede de água

Na manhã de ontem, o presidente do Samae, Ademir Izidoro, verificou o andamento da implantação da nova rede de água do Bairro Vieira, que é feita com Método Não Destrutivo (MND), utilizado pela primeira vez em obras da autarquia municipal. A rede de PVC substituirá a antiga rede de amianto que distribui água para moradores do bairro Vieira. As obras começaram na terça-feira (30), e estão ritmo acelerado, já que segundo o Samae, o método não destrutivo reduz o impacto de uma obra com abertura de valas, além de ser menos agressivo ao meio ambiente, com menor impacto social, menor duração e necessita de mínima escavação na superfície. Izidoro comenta que o sistema utilizado por meio de empresa contratada através de licitação pelo Samae estará cada vez mais presente em obras de saneamento no município.

 

Foto: Divulgação

 

Diretório

O vice-prefeito de Guaramirim Osvaldo Devigili, assumiu a presidência do diretório municipal do Democratas (DEM) nesta semana, tendo como vice-presidente Ademar Denker, o Neni. Principal liderança da sigla, Osvaldo terá a missão de conduzir o partido para o fortalecimento na cidade e a formação da nominata de vereadores para o pleito de 2020. Devigili também foi eleito membro do diretório estadual, da comissão executiva estadual e integrante do Conselho Consultivo do partido.

Prorrogação

Os vereadores jaraguaenses aprovaram em votação única na terça-feira (30), projeto de lei que autoriza o Executivo, por meio do Fundo Municipal de Saúde, a conceder subvenção por meio de Convênio, com o Hospital São José no valor de R$ 64,5 mil. Os recursos serão utilizados pelo hospital para custear a realização do mutirão de procedimentos de pequenas cirurgias abrangendo cerca de 1.500 procedimentos até dezembro.

Reforma

Outra escola municipal de Jaraguá que também será beneficiada com reformas é a Antônio Estanislau Ayroso, no bairro Jaraguá 99, que também teve a inclusão de dotação orçamentária da Secretaria Municipal de Educação no valor de R$ 130 mil aprovada pela Câmara de Vereadores. O recurso é para reforma da cobertura e impermeabilização da laje da unidade.

Morro

Um dos pontos turísticos mais visitados de Jaraguá do Sul, o Morro das Antenas, que fica no bairro Boa Vista, foi tema de indicações apresentadas na Câmara jaraguaense na semana passada pelo presidente Marcelindo Gruner. Gruner solicita à Prefeitura que providencie a substituição das lixeiras existentes por novas, que sejam colocados banheiros e iluminação de led naquele espaço.

Agenciamento

Passou a vigorar a Lei n° 17.738, de autoria do deputado Mauro de Nadal (MDB), que proíbe o ingresso de representantes de agências de modelos nas escolas públicas estaduais. A normativa pretende assegurar a manutenção de um ambiente escolar menos vulnerável a fatores externos e principalmente evitar que as famílias dos alunos sejam convencidas a investir seus recursos em uma área de desenvolvimento incerto.

Agricultura

O governo do Estado anunciou esta semana que pretende injetar R$ 200 milhões em investimentos no meio rural e pesqueiro de SC. Segundo o governador Carlos Moisés (PSL), o objetivo é aumentar a renda e a capacidade de investimento dos pequenos agricultores. Os programas de fomento da Secretaria da Agricultura apoiam os produtores rurais na aquisição de bens e serviços para melhoria de processo produtivo, turismo rural, novas tecnologias, gestão da propriedade rural, além de disponibilizar linhas especiais para mulheres e jovens.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger