Depois do desconforto gerado com os representantes dos hospitais filantrópicos por causa do encaminhamento pelo governo estadual de uma ação de inconstitucionalidade para o Supremo Tribunal referente ao repasse de 10% do Fundo de Saúde, o governador Carlos Moisés (PSL)  demonstrou ontem que estas unidades não deixarão de ser assistidas pelo Estado.

Moisés assumiu o compromisso de repassar R$ 180 milhões para os hospitais filantrópicos neste ano. A confirmação ocorreu em reunião realizada esta semana com representantes das unidades de saúde, na Capital.

Os valores, segundo Moisés, começarão a ser repassados ainda este mês e representam um aumento de R$ 134 milhões em relação ao montante transferido em 2018, que totalizou R$ 46 milhões.

O governador comentou que a nova política hospitalar catarinense segue em elaboração e garantirá critérios técnicos para os repasses a partir de 2020. Já no próximo ano, a expectativa é que o total repassado às unidades filantrópicas seja de até R$ 300 milhões.

O deputado José Milton Scheffer (PP), responsável por intermediar o encontro, também se disse satisfeito com o acordo selado. Já o presidente da Associação dos Hospitais do Estado de Santa Catarina (AHESC), Altamiro Bittencourt destacou que o aumento dos repasses beneficiará diretamente quem precisa do atendimento na ponta.

Decreto das armas

A suspensão do decreto que flexibiliza porte de arma será votada na próxima terça-feira (18) no Plenário do Senado. São sete projetos de decreto legislativo que tornam sem efeito a resolução do presidente Jair Bolsonaro (PSL). A análise dos projetos que tramitam em conjunto, vai ocorrer logo após a aprovação de um requerimento de urgência, apresentado no Plenário na quarta-feira (12), para a votação dos projetos.

O regimento interno do Senado, estabelece a apreciação até a segunda sessão deliberativa ordinária após a aprovação do requerimento.

Boas notícias

O deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) esteve ontem (13) na Prefeitura de Jaraguá do Sul onde participou de reunião com o prefeito em exercício Udo Wagner (PP).  O parlamentar trouxe boas notícias para o município e região.

Entre elas, a assinatura nesta sexta-feira (14), pelo governador Carlos Moisés, do termo de fomento para liberação de recursos para Associação dos Bombeiros Voluntários de Santa Catarina (Abvesc), que inclui as 31 corporações filiadas e 4.900 bombeiros voluntários. O governo do Estado vai repassar R$ 6 milhões para este ano e o próximo.

A assinatura do termo será na Associação Empresarial de Joinville (Acij). O deputado também comemorou o repasse dos aditivos para os hospitais filantrópicos e falou sobre a publicação do empenho pelo governo federal de R$ 2,7 milhões e a notificação do governo estadual de que a verba  está à disposição para ser utilizada na obra da SC-108 tão esperada em nossa região.

Fotos Divulgação

Parceria com a Rede Feminina

O prefeito de Guaramirim Luís Antonio Chiodini (PP), firmou ontem (13) termo de parceria com a Rede Feminina de Combate ao Câncer do município. O termo prevê o repasse, até o fim deste ano, de R$ 55 mil para a manutenção dos serviços prestados pela entidade. Para o prefeito, o valor significa a contribuição do município para a Rede que tanto contribui para a comunidade.

Em Brasília

O secretário de Educação de Jaraguá do Sul Rogério Jung (E), participou na quarta-feira (12), em Brasília, de reunião com o deputado federal Carlos Chiodini (MDB).

Jung palestrou no dia 11 no evento “Inovar para o Brasil” da Google e que reuniu líderes educacionais de todo o País. A conversa entre o deputado e o secretário foi sobre o futuro tecnológico educacional de Jaraguá.

Quer receber as notícias no WhatsApp?